Skip to content

C.V.P.@LOURINHÃ Mystery Cache

Hidden : 06/01/2017
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


COMO NASCEU A CRUZ VERMELHA

Esta organização humanitária surgiu em 1863, resultado direto dos esforços do suíço Henri Dunant. Durante uma viagem de negócios pela Itália, em 1859, ele testemunhou a Batalha de Solferino, travada entre tropas austríacas e francesas, que teve quase 40 mil baixas. Impressionado com a tragédia, Dunant organizou os serviços para atender os feridos de ambos os lados. Três anos depois, publicou o livro Un Souvenir de Solférino (“Uma Lembrança de Solferino”), no qual contava sua experiência e sugeria a formação de sociedades voluntárias para ajudar e proteger os feridos de guerra. O livro despertou a opinião pública européia para o problema. “O desenvolvimento da Cruz Vermelha é um produto típico da Europa do século XIX. A guerra era então encarada como um mal necessário. Portanto, a proposta de fazer o máximo possível para limitar o sofrimento humano tornou-se popular”, diz o jornalista inglês Kim Gordon-Bates, porta-voz da Cruz Vermelha.

Em 1863, Dunant foi nomeado pelas autoridades suíças para um comitê que passou a viabilizar suas propostas humanitárias. Assim nascia a Cruz Vermelha. Dunant tratou de expandir sua idéia para outros países ao convocar uma conferência sobre o assunto com representantes de várias nações. E, em 1864, foi assinado um tratado internacional – o primeiro das famosas Convenções de Genebra – que, entre outras medidas, garantia neutralidade ao pessoal médico que trabalhasse nas guerras . “Hoje a entidade age tendo como base legal o seu reconhecimento pelas Convenções de Genebra. Em teoria, governo algum pode impedir a entrada de agentes médicos num campo de prisioneiros, por exemplo”, diz Gordon-Bates. Quando começou organizar a criação da Cruz Vermelha, Henri Dunant era um empresário milionário. Mas ele acabou indo à falência ao dedicar mais tempo às atividades humanitárias do que aos seus negócios, chegando a virar um mendigo de rua numa pequena cidade suíça.

Doente, foi redescoberto por um admirador, que conseguiu interná-lo num sanatório. Em 1901, Dunant recuperou o reconhecimento mundial e teve seus esforços humanitários recompensados ao se tornar o primeiro ganhador do Prêmio Nobel da Paz.

Henri Dunant - Fundador Cruz Vermelha

HENRI DUNANT - Fundador Cruz Vermelha

 

 

 

CRUZ VERMELHA PORTUGUESA

 

Fundada por José António Marques, a Cruz Vermelha Portuguesa iniciou a sua actividade a 11 de Fevereiro de 1865 sob a designação de “Comissão Provisória para Socorros e Feridos e Doentes em Tempo de Guerra”.

Ao longo dos tempos, a Cruz Vermelha Portuguesa, por si só ou no quadro do seu Movimento Internacional, tem vindo a actuar em cenários emergentes de conflitos armados e/ou de desastres e catástrofes naturais, tanto em território nacional, como internacional.

Diariamente, esta Instituição procura prestar assistência humanitária e social em especial aos grupos mais vulneráveis – idosos, dependentes, crianças, vítimas de violência doméstica, pobres, imigrantes, Sem Abrigo, toxicodependentes, reclusos, pessoas com deficiência, entre outros.

Em simultâneo, a Cruz Vermelha Portuguesa desenvolve a sua actividade através da prestação de serviços e do desenvolvimento de áreas como Saúde; prevenção e preparação para a Emergência; Formação e Empreendedorismo; Ensino Profissional; Ensino Superior da Saúde; Ensino de Socorrismo; Educação para a Saúde; Cooperação Internacional e difusão do Direito Internacional Humanitário.

Desde a sua fundação, a Cruz Vermelha Portuguesa assistiu as vítimas de vários conflitos, nomeadamente:

  • Movimentos revolucionários de Portugal;
  • Campanhas coloniais de Portugal;
  • Guerra Civil de Espanha;
  • Primeira Guerra Mundial;
  • Segunda Guerra Mundial;
  • Invasão da Índia Portuguesa pela União Indiana.

Mais recentemente, esta Instituição apoiou uma ação do  Comitê Internacional da Cruz Vermelha  nos seguintes conflitos:

  • Revolução Romena;
  • Conflitos da Ex-Jugoslávia;
  • Guerra Civil de Angola;
  • Conflitos no Darfur / Sudão, Moçambique e Timor-Leste, entre outros.

No quadro dos grandes desastres e catástrofes, sobressai a ação da Cruz Vermelha Portuguesa - quer de forma bilateral, quer em coordenação com a  Federação Internacional das Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho  - por ocasião dos melhores efeitos:

  • Gripe Pneumónica (1918-19);
  • Sismos no Faial (1926), na Grécia (1953), em Agadir (1960) e S. Jorge, Açores (1964 e 1990);
  • Incêndio de barracas na Charneca do Lumiar, Lisboa (1964);
  • Ciclone em Portugal (1941);
  • Desastres ferroviários de Vila Franca de Xira (1947), de Alcafache (1985), de Póvoa de Santa Iria (1986) e de Santa Cruz de Benfica (1989);
  • Inundações no Distrito de Lisboa (1967 e 1983);
  • Incêndio no Chiado (1988);
  • Acidente com voo da Martinair em Faro (1992);
  • Temporais no Alentejo e Açores (1997);
  • Cheias em Moçambique (2000);
  • Acidente da Ponte Hintze Ribeiro, Castelo de Paiva (2001);
  • Vagas de calor e incêndios em Portugal (2003 e 2005);
  • Tsunami na Ásia (2004);
  • Sismos no Paquistão (2005) e China (2008);
  • Tufão na Birmânia (2008);
  • Vaga de frio em Portugal (2008);
  • Ameaça de pandemia de queixa (2007 a 2009).

 

A CACHE

Esta cache faz parte de uma série espalhadas pelo mais diversas delegações da CVP.

As caches por norma estão em locais proximo das delegações correspondentes, por vezes muito movimentados, assim seja o mais discreto possiveis para garantir a sua continuidade.

Os niveis de dificuldade é baixo para ser facil de encontrar, logar e esconder discretamente.

 

 

 

Additional Hints (Decrypt)

Anab pnpur (cvcrgn) rapnvknqn ab cbfgr, ab zrvb qbf ghobf zrgáyvpbf n prepn qr 2,50zg qr nyghen. Pbybpn-gr fboer b crdhrab zheb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)