Skip to Content

<

Paraiso Perdido no Zezere

A cache by mafilll Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/05/2019
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation
Um Paraíso no Zêzere
O Rio Zêzere

O Rio Zêzere nasce na Serra da Estrela, a cerca de 1900m de altitude, junto ao Cântaro Magro, onde se define o início do maior vale glaciar da Europa (13 km). Depois de descer a Serra da Estrela em agitado percurso, o Zêzere, já mais sereno, passa por Belmonte e Covilhã. Daqui, e quase até desaguar no Tejo, em Constânica, depois de um percurso de cerca de 248 Km, é alimentado, de ambas as margens pelo mar de montanhas que enquadra as Aldeias do Xisto. Depois do Mondego, é o segundo maior rio exclusivamente português.

Próximo de Cambas (Oleiros), entre as aldeias de Janeiro de Cima e Álvaro, o Zêzere deixa de ser rio e passa à calmaria de albufeira (Barragem do Cabril), onde as suas águas repousam antes de continuarem viagem. É neste troço que o encontramos nas curvas e contracurvas que o Geopark Naturtejo da Meseta Meridional designou por "Meandros do Zêzere".

Se não corresse num vale tão sinuoso e encaixado daqui até Constância, ver-se-ia que o conjunto das albufeiras das três barragens (Cabril, Bouça e Castelo do Bode) formam um imenso lago artificial, com mais de 5.800 hectares.

Mais do que separar, o Zêzere é o denominador comum da identidade das seis Aldeias do Xisto que estão na sua bacia hidrográfica.

A sua importância no quadro da hidrografia do País, a diversidade e qualidade dos habitats que cria e atravessa e os valores patrimoniais que encontramos na sua envolvente, justificam o estabelecimento da Grande Rota que em breve terá o seu nome.

QUEM APARECEU PRIMEIRO, O RIO OU A ÁRVORE?

“ … e o zenzereiro, árvore a quem o rio deu o nome, por se criar somente nelle grande e copado, de folhas muito verdes de feição de louro, cujas flores são brancas, e de feição de cacho de uva em flor …”, Miguel Leitão de Andrade (1629). Ainda hoje em dia, o azereiro ocorre em vários locais da bacia hidrográfica do Zêzere, alguns deles bem próximos das suas águas. Alguns exemplares são observáveis nas imediações do cemitério de Pedrógão Pequeno.

Miguel Leitão de Andrade, em 1629, ao referir que o rio “… chamando-se Ozeraco e agora Zênzere …” dá-nos uma hipótese para a evolução do nome do rio. Mas noutro trecho da sua obra indica que foi o rio que deu o nome à árvore que era abundante nas suas margens e encostas. Pelo menos ficamos a saber que desde o séc. XVII o nome do rio evoluiu de Zênzere para Zêzere.

A Cache:
Para percorrer toda esta cache deverão se dirigir ao ponto inicial onde irão recolher os dados na Placa Indicativa da GR33, deverão procurar a seguinte frase e retirar os 4 dígitos para calcular o ponto Nº 2:

...mais precisamente a partir de ABCD, decorreram neste local obras para a construção ....

N 39° 53. (A+C) (1+C) (2+A)' W 008° 08. (D) (B-D) (A)'

A Abordagem será pelo Rio Zêzere ora de Barco ora de Canoa, ou se forem resistentes até podem ir a nado até a um local belíssimo sobre o rio Zêzere, uma pequena surpresa. Neste 2º Local existe um conteiner com as coordenadas finais e a Dica para esse mesmo local.

ATENÇÃO: O Local é regularmente muito húmido pelo que devem ter cuidado na abordagem ao local.

Usufruam destes locais e divirtam-se acima de tudo!

A VISITA A ESTA CACHE E COMO A VÃO ABORDAR É INTEIRAMENTE DA RESPONSABILIDADE DE CADA UM.



This page was generated by Mafilll

Additional Hints (Decrypt)

Cbagb 1: NOPQ Ahzn senfr vaqvpnqn an yvfgvat
Cbagb 2: Ab gbcb n ire n "fhecerfn"
Cbagb Svany: Qvpn ab Cbagb 2

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

5 Logged Visits

Found it 3     Write note 1     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 33 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.