Skip to content

Igreja de Santa Maria de Abade de Neiva Mystery Cache

Hidden : 05/15/2020
Difficulty:
4.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Igreja de Santa Maria de Abade de Neiva

 

A fundação da Igreja de Santa Maria de Abade de Neiva é atribuída à Rainha Dona Mafalda, mulher de D. Afonso Henriques (1152). Da sua estrutura românica subsistem diversos vestígios, nomeadamente a cachorrada e o pórtico com colunas e capiteis decorados.

Apura-se da tradição que o venerado Templo teria sido começado a construir por ordem da Rainha D. Mafalda, destinado a um Mosteiro de Freiras, o que não se concretizou, por falecimento da mesma.

Santa Maria de Abade de Neiva “julgado do Neiva”, também já teve os nomes de Santa Maria do Vado, e Santa Maria de Condevão.

Esta Igreja foi primitivamente do padroado Real. Em 1301 foi doada por D. Dinis, a Mestre Martinho, físico do Rei e Cónego da Sé de Braga e de Lisboa, que possibilitou a Instituição da Colegiada de Santa Maria de Abade, e mais tarde Abadia, da apresentação da Casa de Bragança. Em 1401 foi doada a D. Afonso, Conde de Barcelos e de Neiva, e futuro 1º Duque de Bragança.

Em 1883 verificaram-se as extinções dos Padroados em favor do Governo. Nos séculos XIII-XIV segundo se consta, D. Dinis (O Lavrador) mandou construir a Torre Medieval que flanqueia a Igreja, talvez com fins defensivos e também servia de prisão provisória para os povos de terras de Neiva.

 

 

No aspecto exterior poucas modificações se verificaram através dos tempos, o mesmo não acontecendo com o seu interior que por várias vezes foi modificado. No século XIII a Igreja sofreu grandes alterações, passando do estilo românico para o barroco, com a criação de altares, paredes caiadas e coro. Estas alterações foram destruídas mais tarde, devolvendo ao Templo o estilo original.

Sabe-se assim, que em frente da Igreja houve outrora um cabido ou galilé, mas em 1732 ameaçava a ruína e como tal foi retirado

O Templo tem um “Adro” fortificado por murete, que se inicia na Torre Medieval até à Torre Sineira, hoje pertença da Confraria do Santíssimo Sacramento, onde segundo a tradição já aqui existiu um pequeno hospital, e também aqui se hospedavam os peregrinos que caminhavam para Santiago, entre eles a Rainha Santa Isabel.

 

 

O Adro está registado a favor da “Fazenda Nacional”. Devido ao seu piso acidentado, sofreu alterações em 1976-77, com a construção de um pequeno muro de suporte à parte superior ajardinada e a inferior, foi pavimentada. Oportunamente devido ao seu estado, beneficiou de restauração, a expensas exclusivas da Fábrica da Igreja.

Esta Igreja de Santa Maria de Abade de Neiva é um valioso e multicentenário exemplar do estilo Românico.

 

 

Com o aumento do Cemitério pela parte posterior e alargamento do espaço entre o Templo e o muro lateral direito, e consequente deslocação da entrada do mesmo para o centro, houve a necessidade de ocupar à volta de 50% do terreno pertencente à confraria do Santíssimo, onde estava situada a Casa das Confrarias e o que resta do seu Torreão anexo. No momento presente o referido terreno está ocupado com passagens públicas.

 

 

Como se compreende o Adro beneficiou bastante, ficando com uma área maior. Também na mesma altura se procedeu ao rebaixamento do muro de limitação do Adro, e aterro da parte de fora confrontante a norte, pois este tinha cerca de um metro de altura. A parte superior foi ainda beneficiada com uma linha de água “lago”, posteriormente foi beneficiada com outros apetrechos.

O Adro com o piso e terra originava grande lamaçal, dificultando a passagem das pessoas que frequentavam o culto, tendo sido pavimentado com guias de granito e calçada portuguesa. O referido pavimento foi substituído em 2010, pelo actual, a quando desta nova repavimentação, houve necessidade do rebaixamento do piso onde foram encontradas bastantes ossadas (transladadas para o Cemitério) e restos de caixões revestidos a tecido.

 

 

Descrição Arquitectónica da Igreja

 

Planta composta por nave longitudinal e capela-mor rectangular. Volumes escalonados com coberturas diferenciadas em telhados de 2 águas. Fachada principal com portal sem tímpano, alto e esguio, de arco quebrado; tem 4 arquivoltas, apoiadas em 8 colunas de fuste liso e capitéis historiados, antropomórficos, como um tocador de viola de arco e uma bailadeira, e zoomórficos, como um par de aves bebendo do mesmo vaso. Sobre a porta principal abre-se um óculo redondo. As portas laterais são de arco quebrado, ainda mais goticizantes do que a principal. A meia altura, abrem-se pequenas frestas muito simples. Ao nível da cornija, ainda nas paredes laterais da nave, corre um sistema de modilhões de tipo românico, onde figuram caras, peixes, pipos, cabeças de animais como de touros e de porcos, séries de bolas e até um escudo pós-dionisíco, que se encontra do lado Norte. Já nas paredes da cabeceira, a cornija apoia-se em duplos cachorros de proa, segundo a maneira gótica. No interior, o arco triunfal é levemente quebrado, com duas colunas de fuste liso. Na testeira da capela a iluminação faz-se por janelão gótico de duas luzes com óculo quadrilobado. As paredes estão cobertas de siglas, muitas das quais alfabéticas. Ao lado da frontaria da igreja, da banda Sul, existe uma forte e larga torre, relativamente baixa, coroada de merlões piramidais.

 

 

Fonte: Folha informativa junto à Igreja

Mais alguma informação que vos possa interessar, pode ser consultada na anterior cache que aqui existiu: Abade de Neiva [Barcelos]

 

A CACHE

 

  • A cache contém logbook e stashnote. Não permite trocas de objectos, TBs ou Geocoins. Não contém material de escrita.

 

  • Fotos do ponto final, fotos da zona envolvente do ponto final, fotos do contentor, fotos do logbook que denunciem o ponto final, fotos com coordenadas, o mesmo se aplica para a resolução do enigma. SERÃO ELIMINADAS SEM AVISO PRÉVIO. ATENÇÃO TAMBÉM AOS COMENTÁRIOS NOS REGISTOS ONLINE.

 

  • Para atingir a localização final é necessário começar por resolver um enigma presente na página.

 

GeoCheck.org

Additional Hints (Decrypt)

Pregvghqr: fãb geêf cnynienf.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)