Skip to content

<

A Pequena Pia da Freita

A cache by Os Malheiros Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/19/2020
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation

A Pequena Pia da Freita

As coordenadas publicadas levam-nos a um local onde é possível observar várias pias e onde, para além do fenómeno geológico, podemos ter uma interessante vista panorâmica sobre a envolvente.

 

Para reclamar esta cache como encontrada deverá enviar-me um e-mail com as respostas corretas das seguintes perguntas:

 

1-Qual o comprimento aproximado da Pia?

 

2- Qual a profundidade aproximadamente da Pia?

 

3- Deverá no Log colocar uma foto com o Nik em que comprove que esteve no local sem desvendar as respostas.

 

Todos os logs que não responda ao que é pedido será apagado sem aviso prévio.

 

Se acredita ter concluído com sucesso os objetivos desta EarthCache e já enviou as respostas conforme solicitado, sinta-se à vontade para a registar como encontrada.

 

Intemperismo em granito: PÍAS


O TEMPO é a alteração de materiais terrestres que os torna mais fáceis de erodir por agentes geológicos.
Os maciços de granito são constituídos por rochas siliciosas, constituídas essencialmente por quartzo, feldspatos e micas. Essas rochas são alteradas pelo clima em um processo de
METEORIZAÇÃO QUÍMICA que ataca os minerais que compõem a rocha, perdendo sua coerência.

Um dos componentes atmosféricos mais importantes no intemperismo químico é a água, responsável pelo processo que mais frequentemente afeta as paisagens de granito: a HIDRÓLISE.

A água que se acumula nas partes superiores das rochas hidrolisa em parte em íons H 3O + e OH- que atuam como ácidos e bases fracos, atacando feldspatos (especialmente orto) e micas, que se transformam em argilas (caulino), fazendo com que a superfície da rocha se desfaça progressivamente.

Essa ação é aprimorada pelo CO2 atmosférico, que se dissolve na água formando H2 CO3(ácido carbônico), esse ácido também se dissocia nos íons H + e HCO3- que também atacam os feldspatos formando argilas residuais (caulinita) ) e íons K +.

Assim, são formadas depressões circulares que quase sempre retêm água, pelo que a hidrólise continua permanentemente.


Essas depressões, chamadas PÍAS (GNAMMA)Eles não devem ser confundidos com os potes gigantes de chaleira ou pilancones causados pela erosão de uma rocha ao girar nos cursos superiores dos rios.




This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (No hints available.)