Skip to content

<

Marmitas Litorais [Geossitío Lavadores]

A cache by J_C Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/01/2020
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Já conheces o Geossítio de Lavadores? Visitar o Geossítio da praia de Lavadores é uma experiência memorável, que permite uma viagem de milhões de anos no tempo, ao longo da história da formação e evolução desta singular paisagem granítica.

 

 

Observação dos Marmitas Litorais.

A praia dos Lavadores apresenta aspectos geológicos de muito interesse não só do ponto de vista didáctico como científico. A variedade de rochas existentes e a clareza de algumas formas tornam o local particularmente propício para visitas de estudo para quem se inicia em assuntos da geologia. O principal objectivo desta visita a estas coordenadas será a observação dos diferentes aspectos que caracterizam o afloramento granítico de Lavadores.

 

Nas coordenadas desta Earthcache: 

  1. Explica por palavras tuas como se formam estas estruturas?

  2. Observa esta linha de marmitas litorais até ao mar. Foca-te na Primeira Marmita. Qual o comprimento do seu diâmetro? Estima a sua profundidade?

  3. Dentro desta Marmita quantas rochas tem? Descreve-me a parede à norte da Marmita.

  4. Duas fotos tuas, ou do teu GPS, com o bloco pedunculado que observas no fim desta linha de Marmitas e nas coordendas(N 41° 08.070' W 008° 40.258) com o Poço do Coração como pano de fundo, com teu Nick e GC da geocache, será obrigatório para cumprires com sucesso está tarefa.

Obrigado pela visita!

Para registares “found it” nesta earthcache desloca-te às coordenadas publicadas e responde às seguintes questões, enviando as respostas para o seguinte endereço:jotace.geo@gmail.com

Se acreditas teres concluído com sucesso os objectivos desta EarthCache e já enviaste me enviaste todos os requisitos conforme solicitado, por favor, sinta-se à vontade para a registar como encontrada. Posteriormente iremos verificar os requisitos enviados e, caso seja necessário, contacta-lo no sentido de efectuar as devidas correcções ao seu registo

Onde a água molda a pedra

As pessoas dizem que "cair constantemente desgasta a pedra". Isto é o que acontece com as marmitas gigantes, moldadas pelas águas do rio Caima, que não começa muito longe daqui. Perto de nós surge o leito do rio, estreito e com paredes íngremes, montado no substrato rochoso. A erosão e o transporte de sedimentos às vezes ocorrem abruptamente. As marmitas gigantes são o resultado dessa dinâmica fluvial, depressões mais ou menos redondas, perfuradas pela água no granito da Serra Freita.

As marmitas são originadas das irregularidades dos leitos rochosos dos rios. Retêm alguns sedimentos ao seu redor. O acumulado de sedimentos vai causar um momento de redemoinho da água, cuja energia cinética proporciona um movimento circular. Pouco a pouco, devido ao atrito, os sedimentos cavam um buraco mais ou menos circular no leito do rio Caima, e são mantidos dentro deles. Com o passar do tempo, as depressões aumentam e as pedrinhas que estão dentro tornam-se cada vez mais esféricas.

Essas depressões estão sempre voltadas para cima e podem aparecer sozinhas ou em grupos. Com o tempo, as depressões se tornam mais profundas e maiores, e às vezes podem coalescer umas com as outras, formando canais progressivamente mais profundos - canais de drenagem de água.

As marmitas gigantes do rio Caima tornam-se cada vez maiores à medida que nos aproximamos da Frecha da Mizarela. Isto é devido a um ligeiro aumento da inclinação do rio, causando o aumento da velocidade da água e uma maior capacidade erosiva, como consequência, existem maiores "marmitas".

Como são formadas as "marmitas":

É formado um redemoinho de água do rio em torno de irregularidades formando assim correntes verticais estacionárias Algumas rochas são forçadas nas depressões e assim desgastam a parte oca. Estas rochas são chamadas moedoras. O processo continua aumentando o buraco tanto em largura como em profundidade.

 

Apesar de existirem marmitas com vários metros de diâmetro e profundidade, as mais frequentes possuem dimensões na ordem dos decímetros.

Blocos pedunculados

A acção erosiva da água do mar pode ser mais intensa e violenta na base de um bloco granítico, ocorrendo deste modo uma erosão diferencial que vai desgastando a zona onde as ondas do mar se fazem sentir de modo mais intenso. Forma-se desta forma um bloco pedunculado.

 

Aqui podes consultar METEOROLOGIA E TABELA DE MARÉS. Diverte-te.

 

Additional Hints (Decrypt)

Ghqb b dhr cerpvfnf fnore, ndhv...
uggcf://jjj.lbhghor.pbz/jngpu?erybnq=9&i=fNnOaqE8w7L

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.