Skip to content

<

Farol do Cabo Espichel

A cache by SoloMS Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/03/2020
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

Durante muitos séculos, a costa portuguesa foi conhecida pelos navios estrangeiros, sobretudo os ingleses, como a “costa negra”, pois não existia qualquer sistema de iluminação que ajudasse à navegação. No final do século XVIII, o Marquês de Pombal mandou construir uma rede de faróis que a tornassem mais segura, entre os quais o do Cabo Espichel, um dos mais antigos de Portugal, construído em 1790.

 

 

Mais de duzentos anos depois, o Farol mantém a sua função e, para além disso, é um autêntico símbolo do Cabo Espichel. A sua abertura ao público, uma vez por semana, por iniciativa da Marinha Portuguesa, é uma forma de contar a história do local e afirmar a nossa relação com o mar. 

Admirar a paisagem do alto da torre de 32 metros é, por si só, uma experiência única que vale os 135 degraus de pedra e 15 de ferro que é preciso subir para lá chegar, mas ao longo do roteiro há muito mais para descobrir. 

A uma altitude de 168 metros a partir do nível do mar, o Farol do Cabo Espichel tem um alcance luminoso de 26 milhas, aproximadamente 48 quilómetros, e produz uma luz branca que em cada 12 segundos emite três relâmpagos. O aparelho ótico, mais pequeno que o original, é composto também por painéis aeromarítimos, que produzem luz, não só para o horizonte, como também para o céu. 

Na torre podem ainda observar-se as máquinas que funcionavam a vapor de petróleo, e que em 1883 substituíram os candeeiros de Argand, alimentados a azeite, e o antigo sistema de relojoaria, que em caso de avaria dos motores está pronto para entrar em ação. 

 

 

No final do século XIX recebeu o primeiro sinal sonoro, um sino acionado mecanicamente que, mais tarde, com a chegada da eletrificação, foi trocado por uma sereia de ar comprimido, que ainda se pode ver no local, apesar de desativada. Em 1989, o equipamento passou a ser totalmente autónomo. 

Apesar de toda a ajuda eletrónica existente para a navegação, a luz do Farol ainda é preciosa para quem anda no mar. Os pescadores de Sesimbra guiam-se não só pela luz como também pelo próprio edifício. Com a evolução tecnológica visual e sonora que se verificou ao longo das décadas, a rotina dos faroleiros também sofreu alterações. No entanto, tal como a luz do Farol, a sua presença é indispensável, não só em caso de avaria mas também em relação à manutenção do espaço. 

Desde 2011, que, a par de outros 29 edifícios propriedade da Marinha, o farol do Cabo Espichel está aberto ao público, uma vez por semana, para visitas guiadas, que dão a conhecer a missão dos faróis e as funções dos faroleiros, divulgando um espólio com grande valor cultural e histórico.

 

 

 

Additional Hints (Decrypt)

Ohfu naq fgbarf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.