Skip to content

This cache is temporarily unavailable.

aurmig: A cache foi destruída 😒 por isso ficará desativada até oportunidade de a reconstruir....

More
<

Lendas de Setúbal - Adventure Lab Bónus

A cache by aurmig Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/28/2020
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Cache Bónus

Esta é uma cache Bónus da Adventure Lab “Lendas de Setúbal” e que acaba também com uma lenda, a da Estrada da Rasca.

 

 

A Lenda da Estrada da Rasca

A Estrada da Rasca nem sempre existiu e nem teve esse nome ...
No geral, davam o nome de Praia de Troino a toda a zona que ia desde o Ribeiro do Livramento para o Ocidente.
Ora, Setúbal sempre e bem os que vinham de outras terras, até se dizia que esta localidade era a melhor madrasta do que mãe.

Havia para os lados da Saboaria, várias casitas, a maior parte feitas de palha, que eram habitadas, na sua maioria, por alguns marítimos vindos do Algarve.
Entre estes morava um tal Manuel que teria vindo da Fuzeta ou Alvôr, começou por arranjar uma barquita, dedicando-se à pesca, primeiramente com anzois e depois com redes. Sua mulher, que em princípio trabalhava com bilros, fazendo lindas rendas, deixou-se dessa arte e começou a trabalhar em redes para a pesca, ganhando mais com este trabalho, embora as rendas de bilros de Setúbal chegassem a ter fama.
E o nosso pescador e sua família iam vivendo "de vento em pôpa" até que dum certo dia em diante a coisa começou a dar para o torto, "entrou o diabo com eles" ... hoje uma rede, depois um barquito e o que é certo é que o pescador começou a andar à "rasca".

Então era ouvi-lo...

"É Manel, como vai isso home?
É compadre dixe-me cá, que eu agora ando sempre à rasca. Tudo me tem corrido male; o diabo antrou-me em casa desde que mê filho Bartolomeu ma aventou um bocado de azête, olhe queaté os meus bacros se foram. Má valia que tevesse ficado no Lintejo do que vir p'ra qui; eu ando sem mimória, a qualquer hora, vou-me a dar de corpo em tudo isto e volto piás feguêras, afarrobas. Eu só queria a saber cá mal fazera eu ao diabo. Aonde meto a mão, fica tudo á rasca, meti-me em sociedade e a coisa nem mesmo assim me larga!".
Foi devido ao azar, doenças, "más marés" e às vezes um pouco de álcool à mistura, o que é certo é que pescador começoo a andar à "rasca" ...

Houve então alguém que aconselhou o infortunato casal algarvio a socorrer-se da Senhora da Atalaia. O casal fo iem  peregrinação até Atalaia, para deixar azeite à Santa para o seu lampadário. O resto, acrescenta o livro sobre lendas, havia de ser pago depois, visto que as suas terras começaram a ser das melhores, e a vinha e tudo o que ali se plantava ou semeava, crescia a olhos vistos, pois as águas das suas terras e dos seus vizinhos havia sumido, e as terras passaram a ser aráveis como ainda hoje o são.

Desde de tal data, aquele local fcou mais conhecido pela rasca, devido ao pescador Manuel, que andava à rasca até ao acontecimento do Milagre de Nossa Srª da Atalaia.

Completa a aventura e recolhe os dados necessários para chegar à coordenada final.

 

N 38º 30.ADB W 008º 54.EC0   

 

Sabe mais e faz download da aplicação em:

https://labs.geocaching.com/goto/LendasdeSetubal

Additional Hints (Decrypt)

An anghermn, cbe qrgeáf qn rfgehghen...
Znahfrne n pnpur pbz phvqnqb....

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.