Skip to content

The Wentworth Scale [Quarteira] EarthCache

A cache by J_C Message this owner
Hidden : 08/21/2022
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


The Wentworth Scale [Quarteira]

 

Observação dos Sedimentos.

A praia do da Rosa Branca apresenta aspectos geológicos de muito interesse não só do ponto de vista didáctico como científico. O principal objectivo desta visita a estas coordenadas será a observação das rochas na forma de areia, cascalho, seixo ou calhaus.

Nas coordenadas desta Earthcache: 

  1. Classifica utilizando a escala de Wentworth fornecida na listing o sedimento nas coordenadas.

  2. Qual o tamanho dos sedimentos? Justifica a tua resposta.

  3. Observa o sedimento com muito cuidado e verifica se o sedimento é monominerálico (composto por um só tipo de material) ou multiminerálico (composto por mais que um tipo de material)?

  4. A areia contém fragmentos de conchas?

  5. Uma foto tua, ou do teu GPS, com um grão de areia na mão, com teu Nick, data e GC da geocache será obrigatório para cumprires com sucesso está tarefa. Será que consegues? 

Obrigado pela visita!

Para registares “found it” nesta earthcache desloca-te às coordenadas publicadas e responde às seguintes questões, enviando as respostas para o seguinte endereço:jotace.geo@gmail.com

Se acreditas teres concluído com sucesso os objectivos desta EarthCache e já enviaste me enviaste todos os requisitos conforme solicitado, por favor, sinta-se à vontade para a registar como encontrada. Posteriormente iremos verificar os requisitos enviados e, caso seja necessário, contacta-lo no sentido de efectuar as devidas correcções ao seu registo

 

 

PRAIA DA ROSA BRANCA

Uma praia (do latim tardio plagia) é uma formação geológica composta por partículas soltas de minerais, rochas ou conchas na forma de areia, cascalho, seixo ou calhaus ao longo da margem de um corpo de água (mar ou oceano) ou seja, uma costa. Elas representam dois terços das costas do mundo sem gelo. As praias servem como zonas de amortecimento ou amortecedores que protegem o litoral, penhascos ou dunas do ataque direto das ondas.

É um ambiente extremamente dinâmico onde a areia, água e o ar estão sempre em movimento.
As praias também oferecem importantes áreas recreativas costeiras para muitas pessoas.

FORMAÇÃO

As praias de areia são praias suaves que são formadas por deposição de partículas que foram transportadas por correntes de água de outras áreas.
O material transportado é em parte derivado da erosão das margens, mas a maior parte é derivada da terra e transportada pelos rios para o mar.
Os dois tipos principais de material das praias são areias de quartzo (sílica) de origem terrestre e areias de carbonato de origem marinha.
A areia de carbonato é composta por conchas de moluscos e esqueletos de outros animais.
Outros materiais incluem minerais pesados, basalto (origem vulcânica) e feldspato.

ZONAS DE PRAIA

As praias arenosas oceânicas sofrem grande influências das marés e das ondas. Nestas praias podem distinguir-se as zonas abaixo descritas:

Zona de Arrebentação – é a parte da praia onde as ondas “rebentam”. Se houver bancos de areia afastados da praia podem ocorrer outras zonas de arrebentação sobre estes.
Zona de Varrido – é a parte da praia “varrida” pelas ondas periodicamente. Está entre os limites máximo e o mínimo da excursão das ondas sobre a praia. Logo após esta zona pode ocorrer uma parte onde se acumulam sedimentos – a berma. Devido às marés e às tempestades e ressacas esta parte da praia pode avançar e regredir.

TAMANHO DOS GRAOS DE AREIA

Nas diferentes praias podemos observar características geológicas diferentes, especialmente no que toca ao tamanho e composição da areia/pedras.

Assim sendo, o tamanho refere-se às dimensões físicas das partículas de uma rocha ou de um outro sólido e podem variar de extremamente pequeno (partículas coloidais), até maiores como rochas.

A nomenclatura para a descrição dos tamanhos dos grãos é um fato importante para os geólogos, por que o tamanho do grão define a maioria das propriedades básicas dos sedimentos.

ESCALA DE WENTWORTH

Consiste numa escala logarítmica de classificação granulométrica (diâmetro maior) dos fragmentos de sedimentos clásticos (ou detríticos), dos mais finos para os mais grossos, criado em 1922 por C. K. Wentworth. Esta escala é bastante utilizada pelos geólogos e a sua classificação geralmente difere um pouco daquelas feitas pelos engenheiros.

A escala original foi concebida em 1898 pelo sedimentólogo americano J.A. Udden. Em 1922 foi adaptada por C. K. Wentworth que a expandiu em vários graus e que permanece até hoje a referência de classificação granulométrica de sedimentos clásticos.

A escala granulométrica, em sedimentologia, é a divisão de uma gama contínua de dimensões de partículas agrupados por séries de grupos discretos. Várias dessas escalas foram criadas com a finalidade de padronizar termos e proporcionar uma base para a análise estatística. Na maioria das escalas, as partículas mais finas são designados argila, seguido de silte, areia, areão, cascalho, burgaus, e blocos. Os limites de tamanho para cada grau pode variar de escala a escala.A Escala granulométrica de Wentworth é utilizada em geologia e geotecnia para classificar materiais geológicos, em especial materiais detríticos e clastos em função do diâmetro dos fragmentos, ou grãos, que os constituem. Escala logarítmica para classificar partículas siliciclásticas, que varia de 4096 mm a 0,00006 mm. argila (<4 µm), silte (> 4 µm e <64 µm), areia (> 64 µm e <2 mm), grânulo (> 2 mm e <4 mm), seixo (> 4 mm e <64 mm), bloco ou calhau (> 64 mm e <256 mm), matacão (> 256 mm).

Additional Hints (No hints available.)