Skip to content

Foliação do Abel EarthCache

Hidden : 06/15/2023
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


QUESTÕES PARA RESPONDER

Nas coordenadas da Earthcache existe uma escultura em bronze de Abel Salazar que apresenta uma base em placas de uma rocha metamórfica. Observa com atenção esta base. As respostas às questões colocadas serão encontradas através da análise cuidada da parte traseira da base da escultura.

1 - Qual é a rocha metamórfica que constitui a base da escultura?

a) Gnaisse b) xisto c) mármore d) granito

2 - Na traseira da escultura. Nas placas da sua base, existem várias com evidência da foliação. Qual destas tem essa evidência a olho nú?

a) a terceira a contar no chão b) a segunda a contar do chão c) a primeira a contar do chão

2.1. Agora, centra-te na placa que escolheste na resposta anterior. Quantas camadas apresenta?

a) 2 b) 4 c) 8 d) 16

3 - Aponta quantas placas de, aproximadamente, 7 cm existem na base da escultura.

4 - Qual é número gravado na escultura de Abel Salazar?

Obrigatório: uma foto sua, ou do seu nick num papel ou GPS, a partir do GZ, com o trecho de muralha medieval no fundo. A foto não poderá revelar nenhuma resposta.

 

ABEL SALAZAR

 

Abel de Lima Salazar nasceu em Guimarães, a 19 de julho de 1889. Foi um médico, professor, investigador, pintor e resistente ao regime salazarista português. Trabalhou e viveu no Porto. As suas obras artísticas, com referências sociais, antecipam o movimento neorrealista na pintura portuguesa.

 

Rochas Metamórficas

 

Rochas metamórficas são rochas que resultam da transformação da rocha original, o protólito. Este dá origem a uma rocha metamórfica depois de sofrer transformações químicas e físicas devido ao fato de se submeter a temperaturas e pressões elevadas e à atuação de fluidos (metassomatose) em zonas profundas da crosta terrestre, sem que, contudo, cheguem a fundir (a não ser, talvez, parcialmente). O protólito tanto pode ser uma rocha sedimentar, como uma rocha ígnea ou mesmo outra rocha metamórfica.

Podem formar-se, simplesmente, por estarem sujeitas às altas temperaturas existentes muito abaixo da superfície terrestre e à pressão provocada pelo peso das camadas de rocha superiores (pressões litostáticas). Podem também ter origem em processos tectónicos como colisões continentais que provocam pressão horizontal, fricção e deformações. Podem, ainda, formar-se graças ao chamado metamorfismo de contacto, quando a rocha, sempre no estado sólido, é aquecida pela intrusão de rocha fundida (magma) proveniente do interior da Terra. Alguns exemplos de rochas metamórficas são o gnaisse, a ardósia,o mármore, o xisto, e o quartzito.

 

gnaisse ardósia mármore xisto quartzito

Classificação das Rochas Metamórficas

 


As rochas metamórficas são classificadas de acordo com critérios texturais e mineralógicos. Podem dividir-se em rochas foliadas (como o xisto e o gnaisse) e não foliadas (como o mármore).

 

enlightenedFOLIAÇÃOenlightened

 

A foliação surge através do alinhamento de certos minerais que, no processo de formação da rocha, levaram à criação de lâminas.

A foliação trata-se, então, de uma estrutura de placas/folhas presente em algumas rochas metamórficas; resulta, assim, na sua apresentação em camadas, visíveis a olho nú ou, em certos casos, apenas a microscópio.

Additional Hints (No hints available.)