Skip to content

Castro Verde_#001 Traditional Geocache

Hidden : 06/29/2023
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Castro Verde

 

  • Aspetos Geográficos:

O concelho de Castro Verde, do distrito de Beja, ocupa uma área de 569,3 km2 e abrange cinco freguesias: Casével, Castro Verde, Entradas, Santa Bárbara de Padrões e São Marcos da Ataboeira.
O concelho encontra-se limitado a Norte pelos distritos de Aljustrel e de Beja, a Sul pelo de Almodôvar, a Oeste pelo de Ourique e a Este pelo de Mértola.

Possui um clima mediterrânico, com um período seco de cerca de 80 a 100 dias, durante o verão, em que a temperatura média varia entre os 28 °C e os 30 °C. No inverno, as temperaturas são relativamente baixas.
A sua morfologia é marcada pela serra de São Pedro das Cabeças, com 245 metros, e pela de Amendolira, com 214 metros.
Dos recursos hídricos, referência para a ribeira da Nova e para a ribeira de Cobres.

 

  • História e Monumentos

Terá sido em redor de um velho castro lusitano, decerto com muita vegetação, que se fixaram as primeiras populações e, a partir daí, foi-se promovendo o desenvolvimento destas terras. A este facto também se deve, muito provavelmente, a toponímia do concelho.
Na época dos Romanos, as populações formavam um povo com características muito próprias, que acabou por ser aculturado, aculturando, contudo, também os Romanos.
Terá sido nestas terras, mais precisamente no outeiro de S. Pedro das Cabeças, que terá culminado a batalha de Ourique, ocorrida nos Campos de Ourique, a que pertence Castro Verde, com a decapitação dos resistentes inimigos.

 

Neste local foram encontrados vários esqueletos separados da caveira, que comprovam a degolação dos reféns, mandada executar por D. Afonso Henriques.
Em 1510, foi-lhe outorgado foral por D. Manuel I.

 

A nível do património arquitetónico, destaca-se a Igreja Matriz, que apresenta um arco triunfal e uma pia de batismo renascentista, possuindo azulejos que retratam a Batalha de Ourique.
É de realçar ainda a Igreja das Chagas do Salvador ou da Nossa Senhora dos Remédios, que é forrada a azulejos do tipo holandês e que possui nas paredes quadros alusivos à batalha de Ourique.
São ainda de referir a Igreja da Misericórdia, a Capela de São Miguel, a Capela de São Martinho e a Capela de São Pedro das Cabeças, que simboliza e assinala o lugar onde se terá travado a já referida batalha de Ourique.

 

  • Tradições, Lendas e Curiosidades

Neste concelho abundam as manifestações populares e culturais, sendo de destacar a festa de S. Pedro, realizada a 29 de junho; os Encontros de Castro, que decorrem no terceiro domingo de outubro; a festa dos Mastros Populares, em junho; a Feira de Castro, realizada no terceiro domingo de outubro, os mercados quinzenais e as feiras anuais, a 20 de janeiro e a 5 de maio.
No artesanato destacam-se as profissões de ferreiro e de abegão (carpinteiro de carroças).
Como instalação cultural, destaca-se o Museu da Lucerna.

 

  • Economia

No concelho predominam as atividades ligadas ao setor primário, seguido do setor secundário, com a indústria de extração mineira, vindo depois o setor terciário.
A agricultura mantém uma grande importância, com cerca de 77% da área concelhia dedicada a esta atividade, cerca de 77%, destacando-se os cultivos de cereais para grão e de leguminosas secas para grão, os prados temporários e as culturas forrageiras, as culturas industriais, o pousio, os prados e as pastagens permanentes.
A pecuária regista ainda alguma importância, nomeadamente na criação de ovinos, bovinos e aves.
Cerca de 1971 ha do seu território correspondem a área coberta por floresta.

 

  • Lazer e Roteiros

Detentora de uma beleza natural inigualável, a União das Freguesias de Castro Verde e Casével é o lugar ideal para os amantes da natureza. O seu território constitui-se como uma das mais importantes zonas de avifauna de todo o país, tendo sido recentemente classificada como Zona de Proteção Especial. Por outro lado, o ambiente bucólico está ainda presente em Castro Verde, com as suas estepes, os campos de pousio, onde ainda se pode observar o pastoreio dos rebanhos de ovelhas, característicos da identidade alentejana.

São várias as infraestruturas postas à disposição do turista, para que este aprecie, da melhor forma, a qualidade que umas férias em Castro Verde podem proporcionar. No âmbito do desporto e do lazer, a União das Freguesias de Castro Verde e Casével oferece excelentes condições de caça turística, passeios de BTT, passeios pedestres, passeios ambientais e postos de observação de aves no seu habitat natural. Para esse efeito, contacte o Centro de Educação Ambiental do Vale Gonçalinho, propriedade da LPN (Liga para a Proteção da Natureza). Há ainda a existência de Piscinas Municipais, Biblioteca, de dois museus (Museu da Lucerna e Tesouro da Basílica), Estádio Municipal, Fórum Municipal, Galeria de Arte, Anfiteatro e Centros de Convívio, ou seja, de uma grande quantidade de equipamentos para que o turista, para além de relaxar, possa também divertir-se e cultivar-se.

Rico e diversificado é, também, o seu património arquitetónico e cultural, repleto de histórias e culturas passadas, que farão as delícias dos amantes de edificações, como a Ermida de São Miguel (perto de Almeirim), a Ermida de S. Pedro (local histórico da batalha de Ourique, próximo de Geraldos) e as seculares Igrejas de Castro Verde – a Matriz, a de Nossa Senhora dos Remédios, a da Misericórdia, a Igreja de São João Batista Casével.

 

O natural ou habitante de Castro Verde denomina-se castro-verdense.

 

 

  • Caracterização

Aglomerados Populacionais:
Aivados, Almeirim, Casével, Castro Verde, Estação de Ourique, Geraldos, Monte Cerro, Namorados e Piçarras.

Atividades Económicas na Freguesia:
Agricultura, Construção Civil, Comércio Retalhista e Restauração, Serviços, Atividade Mineira.

  • Festas Tradicionais

Castro Verde:
Romaria de São Miguel (2º fim de semana de maio); Comemorações do Feriado Municipal (29 de junho); Festas de Castro, Festival “Sabores do Borrego” (abril), Procissão de Nossa Sra. da Conceição (8 de dezembro).

Casével:
Feira de Casével (3º Domingo Maio), Festas de S. João (24 junho); Festas Anuais da Vila (agosto);

  • Feiras:

Feira de São Sebastião ou do Pau Roxo (20 de janeiro); Feira de maio (5 de maio); Feira de Castro (3º fim de semana de outubro).

 

A Cache:

Devem levar algo para escrever e tentem deixar a cache sempre bem camuflada para que perdure.

Logs Fotográficos não serão aceites.

 

Apreciem o local e toda a paisagem no seu explendor.

 

 

Kr1smar a minha primeira cache

 

 

Additional Hints (Decrypt)

Gncnqn pbz Crqenf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)