Skip to content

Castro do Monte das Ermidas Traditional Cache

Hidden : 06/28/2023
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Os castros são os vestígios de antigas povoações do Noroeste da Península Ibérica, localizados especialmente no Norte de Portugal, na Galiza e em parte das províncias espanholas de Leão e Astúrias, designados também por citânias, castelos, etc. Estes vestígios arqueológicos correspondem de certo modo às ruínas de outros povoados primitivos e encontram-se especialmente pelo norte do território continental português, mais precisamente nas províncias do Minho e Trás-os-Montes.

Em Jesufrei, freguesia portuguesa do município de Vila Nova de Famalicão, encontra-se o Castro do Monte das Ermidas, mais precisamente no lugar de Palhares, junto ao rio Guizando. Entre 1983 e 1987, o castro foi alvo de escavações arqueológicas e, em 1990, foi classificado como Imóvel de Interesse Público. Infelizmente ao longo dos anos, o local foi deixado ao abandono, existindo alturas onde a vegetação torna muito difícil o acesso ao local e também difícil ver o castro. Atualmente, a vegetação é de grande porte com eucaliptos e pinheiros pelo que já não é possível avistar o Sameiro, e até a grande citânia de Briteiros, como outrora for a possível, por volta da década de 70, conforme contam as gentes dessa época.

O castro constitui-se num povoado fortificado da Idade do Ferro, possivelmente fundado no século IV a.C., e que foi ocupado, também possivelmente, até à Idade Média. Nas escavações foram recolhidos fragmentos de cerâmica datada da Idade do Ferro e foi possível compreender que o castro terá sido circundado por uma muralha, que no seu lado mais exposto era reforçada por dois fossos.

Apesar de não se encontrarem vestígios visíveis, foram encontradas, na zona interior em relação à muralha, as fundações de um núcleo de casas predominantemente de planta circular, bem como indícios de que os arruamentos e, especialmente um pátio central, seriam pavimentados com lajes de granito. Para mais informações históricas poderão consultar na internet.

Quanto á cache, neste local existia há alguns anos, uma cache para dar a conhecer o castro e que, entretanto, foi arquivada. Assim, como gentes da terra que somos, e querendo dar vida ao local contribuindo para que outros geocachers visitem, colocamos este tesouro. Procurá-lo deverá ser relativamente simples, apenas poderá dificultar a vegetação. O container contém logbook e objetos para troca, pelo que deverão levar material de escrita.

Para chegarem ao local é possível fazê-lo através de vários acessos. Irei destacar os dois pertencentes á freguesia de Jesufrei. No P1 poderão estacionar e seguir a pé pela entrada de monte existente na estrada. A caminhada é de cerca de 1km. Deverão seguir em frente, até encontrarem um cruzamento que contem uma placa avisar da existência de uma zona arqueológica. Aí seguem pela direita mais um bocado, e quando encontrarem uma placa com a indicação de um trilho, devem seguir pela esquerda, sempre em frente e encontrarão o castro.

Caso optem por P2, a caminhada em termos de distância é um pouco mais e deverão seguir pela rua das ermidas, e já na floresta devem virar á esquerda, no cruzamento onde encontram a placa que avisa da existência de uma zona arqueológica. A partir daqui o caminho é igual ao anterior.

Com ajuda de sistemas de navegação nos telemóveis também alcançam o castro facilmente. É de realçar que dependendo da altura do ano pode ser mais complexo passar pelos caminhos, seja devido á lama e águas das chuvas como á vegetação abundante.

Boas cachadas e divirtam-se a explorar Jesufrei.

Additional Hints (Decrypt)

Cnen n pnpur rapbagene, nytb greáf qr yrinagne.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)