Skip to content

Poço das Trutas [PR6 - Amêndoa GS1118] EarthCache

Hidden : 11/26/2023
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation
Poço das das Trutas, Amêndoa [Rotas de Mação GEOSSÍTIO 1118]
 

Como Validar o teu Found?

Responde às questões abaixo descritas, enviando-as por email ou pelo centro de mensagens:

1 - Na formação rochosa dar margem direita (virado a montante) consegues distinguir camadas de sedimento individuais ou a formação rochosa é homogénea deste ponto de vista?

2 - Qual a direção/orientação da maior parte das camadas no GZ?
a) Inclinada para sul?
b) Inclinada para norte?
c) Horizontal?

3 - Qual a altura do afloramento da margem direita? E da margem esquerda? Consideras que poderia haver continuidade lateral antes de existir esta ribeira no meio?

4 - Qual o princípio que aqui podes encontrar?

5 - Quantas camadas consegues observar na margem direita? Quais as suas cores? (estando virado a montante)

6 - Tira uma foto tua, ou com algo que te identifique, no GZ [Obrigatório]!

 

O Poço das Trutas, enquadra-se na zona do Poço Mourão e situa-se na sua parte final e no local, podem ser encontradas ruínas das antigas Azenhas que ali existiam.

Zona de Cascatas e da Ponte Pedonal sobre a Ribeira e sua passagem para a margem esquerda (PR6).

Mação - Geomorfologia

“O que é hoje Mação era, há 445 milhões de anos, mar profundo. E era o que existia, sendo que Mação e o mar estavam então quase no Pólo Sul”.

“A qualidade dos afloramentos geológicos do concelho justificou a recente inventariação do ‘Corte Geológico de Chão de Lopes Pequeno’ como o mais importante em Portugal para o estudo da grande glaciação(…) Mação é o melhor sítio em Portugal para o estudo da grande glaciação ocorrida na Terra há cerca de 445 milhões de anos e que foi responsável pelo desaparecimento de mais de 90 por cento das espécies então existentes”. (Artur Sá, docente e investigador da UTAD, dezembro de 2015).

Mação faz parte de uma formação Pré-Câmbrica. É composto por rochas metamórficas, sedimentares e magmáticas com idades compreendidas entre o Pré-Câmbrico e o Paleozóico Superior, nomeadamente: xistos, argilo-xistos e mic-xistos, quartzitos, anfibolitos, gnaisses, granitos, granitóides e rochas carbonatadas. Geomorfologicamente, apresenta alguns elementos marcantes, como a presença de cristas quartzíticas, a presença de vales de fratura ou ainda a existência de um modelado de um modelado de características diferentes entre as áreas graníticas e as áreas xistosas.

Estratigrafia

Estratigrafia, do latim stratum e do grego graphia. É o ramo da Geologia que se dedica ao estudo e interpretação da composição, natureza, génese e distribuição no espaço e no tempo das rochas ou estratos, procurando determinar os seus ambientes, processos de formação, ausências de deposição, fases de erosão, etc.

Através do reconhecimento e análise sequencial das camadas é possível fazer correlações que são essenciais na abordagem de todos os aspetos que caracterizam a História Geológica de cada local.

Quando falamos em estratigrafia, esta não está somente relacionada com a posição ou sucessão original das camadas rochosas, não se limitando dessa forma às relações de idade das mesmas. Esta ciência abrange muitas áreas, desde das relações de forma, arranjo interno, distribuição geográfica, composição litológica, conteúdo fossilífero, propriedades geoquímicas e geofísicas, entre outras características e propriedades das camadas de rochas, e ainda com a sua interpretação genética, ambiental e a sua história geológica.

Na estratigrafia existem Princípios Fundamentais que ajudam no estudo desta ciência, tais como:
- Princípio do Uniformitarismo: ou atualismo geológico – “o presente é a chave do passado”, ou seja, os fenómenos geológicos que existem atualmente podem explicar o que aconteceu no passado.
- Princípio da Sobreposição: salvo exceções, e em condições normais, toda a camada sobreposta a outra é mais moderna que a anterior.
- Princípio da Continuidade Lateral: uma camada tem a mesma idade em todos os seus pontos, o que implica que os limites inferior e superior de uma camada apresentem superfícies isócronas, ou seja com a mesma idade. Em regiões de climas húmidos ou muito urbanizadas este principio tem dificuldades de aplicação.
- Princípio da Identidade Paleontológica: Estratos com o mesmo conteúdo fossilífero são da mesma idade.
- Princípio da Intersecção: Toda a unidade geológica que intersecta outra é-lhe posterior (Exemplo: filões e falhas).
- Princípio da Inclusão: Se um clasto de uma rocha está incluído noutra rocha, então o clasto é mais antigo que a rocha que o incluí.
A estratigrafia é dividida em:

- Litostratigrafia: unidades observáveis, materiais, com significado geográfico restrito (Exemplo: mineralógica, granulometria, etc).

- Biostratigrafia: Unidades observáveis, materiais, com grau de abstração intermédio entre as lito e as cronoestratigráficas possuem um conteúdo fossílífero.

- Cronostratigrafia: Unidades objetivas, com expressão geográfica mundial. Intervalo de tempo durante o qual se formaram determinados conjuntos líticos.

- Aloestratigrafia: Estudo dos estratos que podem ser definidos e identificados das descontinuidades que limitam os mesmos e que, podem ser mapeados.

- Estratigrafia de sequência: Ramo que subdivide e correlaciona os depósitos sedimentares entre discordâncias numa variedade de escalas, e explica estas unidades estratigráficas em termos de controlo de variação relativa do nível do mar.

- Magnetoestratigrafia: Este ramo visa determinar a polaridade do campo magnético da Terra no momento da deposição do estrato.

Fontes:
https://mediotejo.net/macaonova-especie-de-animal-fossil-com-455-milhoes-de-anos-descoberta-em-chao-de-lopes/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Xisto
https://www.primeirapedra.com/2019/06/xisto-portugues-do-douro-para-o-mundo/
https://core.ac.uk/download/pdf/70658681.pdf

Track do percurso PR6 MAC
 
 


 

Additional Hints (No hints available.)