Skip to content

Nascente do Rio Dão [Barranha - A. Beira] - B118 Traditional Geocache

Hidden : 01/02/2024
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation
O Rio Dão é um rio português que nasce na freguesia de Eirado mais propriamente na Barranha, concelho de Aguiar da Beira, Distrito da Guarda, na região dos planaltos de Trancoso-Aguiar da Beira, numa zona em que a cota de altura oscila entre os 714 metros e os 757 metros e que faz parte da Região do Planalto Beirão.

O seu percurso é feito no sentido Nordeste - Sudoeste e, ao longo dele, para além de ter a Barragem de Fagilde no seu fio de água, atravessa ou demarca os limites dos concelhos de Aguiar da Beira, Penalva do Castelo, Mangualde, Viseu, Carregal do Sal, Nelas, Tondela e Santa Comba Dão.

​Desagua no Rio Mondego, em plena albufeira da Barragem da Aguieira, nos limites dos concelhos de Santa Comba Dão, Mortágua e Penacova, depois de percorrer cerca de 100 quilómetros. Os seus principais afluente são o Rio Carapito, Ribeira de Coja, Rio Sátão e o Rio Criz. No seu vale, zona de altitude com solo granito, situa-se a Região Demarcada do Dão, da qual se destaca a produção de excelentes vinhos de mesa.

PR1AGB - Percurso do Dão

Dão, das origens ao esplendor.

O Planalto granítico de Aguiar da Beira-Trancoso assume neste território o papel de coração pulsante, lugar de nascimento e dos primeiros passos de cursos de água que se escapam para quase todas as direcções da rosa dos ventos: O Távora encaminha-se para noroeste, ao encontro do Douro; O Vouga serpenteia rumo a poente, até em Aveiro formar uma das rias mais idiossincráticas do país; e o Dão, nascido na povoação de Barranha, atravessa em vale encaixado o planalto de Aguiar, descendo rumo a sudoeste até ás águas do Mondego.

Ao londo deste percurso acompanhamos os estágios iniciais de um rio que é a artéria fundamental do eixo nordeste-sudoeste deste território de Viseu e Dão-Lafões. No ponto que lhe é berço não se lhe reconhece ainda o movimento que o torna rio, mas num ato quase mágico, quando o voltamos a encontrar é já o curso de água que caratriza a mais antiga região demarcada de vinhos não licorosos do país.

Descrição do percurso.

O Percurso parte do local que há séculos, é tido como o ponto de nascimento do Dão, entre duas lajes graníticas, na povoação de Barranha, freguesia de Eirado. Nela pode observar vestígios da arquitetura vernacular granítica, dirigindo-se para o planalto de Aguiar e atravessando áreas de agricultura familiar onde se evidencia a presença de castanheiros e de vinha. Atravessa depois um pequeno pinhal, onde encontra, no seu ventre, a capela de Nª Sr do castelinho, com notável alpendre, num lugar aberto e aprazível, com perspetivas panorâmicas para as serranias a este.

Ao sair do pinhal, depois de pequena extensão em estrada asfaltada (en330), flete á direita, por caminho de terra batida, ao encontro do troço mais selvagem e imponente do percurso, entre impressionantes afloramentos graníticos e horizontes de perder de vista para sul e sudoeste.

O Dão circula já á sua direita, no fundo de um vale encaixado, invisibilizado pela galeria rípícola que o protege. Desce ao seu encontro e atravessa-o pela primeira de seis vezes, seguindo-se vários quilómetros de travessia ao longo de suas margens, cruzando as povoações de Porto de Águiar, Dornelas e terminando nas imediações de Forninhos.

Descarregar Folheto Descarregar Track GPX

A Cache:

Trata-se de uma simples container a marcar este local histórico e importante. Sejam discretos nas buscas. o container apenas possui logbook e stashnote e é de tamanho micro magnético no único local possível.

 

Additional Hints (Decrypt)

Bevragn-gr!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)