Skip to content

<

A Geologia e as Linhas de Torres [Mafra]

A cache by Bargao_Henriques Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/13/2005
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



A 2ª Linha de Torres, entre a Foz do Rio Safarujo e Mafra, e a Geologia

Esta cache versa sobre a relação entre a geologia e a topografia dos montes onde foram implantadas estas linhas de defesa.

Quase invariavelmente, os fortes situavam-se no cimo de montes com a vertente Norte escarpada ou muito íngreme, seguidos de uma região bastante mais aplanada e a cotas muito inferiores, de onde vinha o exército francês. Ao chegarem às imediações das Linhas, deparavam com os terrenos alagados, pantanosos, com as estradas destruídas e obstruidas, sem qualquer árvore ou local para se abrigarem do fogo de artilharia e infantaria lançado dos fortes.

As formações geológicas existentes nesta zona a Norte das 2ª Linha, datadas do Jurássico superior (150 milhões de anos), com fraca inclinação para o quadrante Sul, são compostas essencialmente por alternâncias de grés, argilas, margas e alguns calcários margosos. O facto de serem predominantemente litologias com fraca coesão é o responsável pelo relevo relativamente aplanado e, nesta zona, a cotas baixas.

A sucessão de elevações onde se situava a 2ª Linha apresenta, por sua vez, uma geometria bem diferente, com escarpas e ravinas

O Major-General Sir William Napier descreve desta forma o troço da 2ª Linha entre a Foz do Rio Safarujo e Mafra:
"...Numa distância de 11 km, havia uma cadeia de montes naturalmente íngremes, artificiosamente escarpados e protegidos por uma ravina profunda e, em muitas zonas, impraticável. Os pontos salientes estavam protegidos por fortes que flanqueavam os poucos locais acessíveis..."

Esta geomorfologia tão particular deve-se à natureza e disposição das formações que compõem estas escarpas, caracterizadas por uma sucessão de formações do Cretácico inferior (comportas por grés, por vezes muito compactos, calcários e calcários margosos com cerca de 115 milhões de anos) que se sobrepõem em relevo de costeira, também inclinando para o quadrante Sul, às formações jurássicas anteriormente referidas.

O corte geológico representativo desta zona espelha bem a relação entre a disposição das formações cretácicas e o relevo por elas originado.

A cache

A função desta cache é dar a ideia, a quem se aproxima de uma das linhas, vindo do lado Norte, do imponência do obstáculo que teria de ser transposto pelas tropas do Exército Napoleónico.

A cache é feita em duas partes, começando com a busca da solução a uma pergunta, que poderá ser encontrada no espaço envolvente à antiga Igreja Matriz de S. Domingos da Fanga da Fé, em:

N39 01.123 W9 22.635

A pergunta é: Em que mês nasceu Miguel Rodrigues?

Com a resposta podem seguir para o estacionamento final, em Safarujo (N39 00.996 W9 23.061), lugarejo centenário que deu o nome ao rio que passa nas imediações, e procurar a cache nas coordenadas obtidas pela soma do mês às milésimas de minuto das coordenadas:

N39 00.920 W9 23.024

Ex: N39 00.920 W9 23.024
+ Maio (5)
= N39 00.925 W9 23.029

Caso não seja possível entrar no espaço envolvente à igreja, por o portão se encontrar fechado, consulte as "Additional Hints", mais abaixo...

A cache (de tamanho regular) situa-se na vertente da antiga linha de defesa, encaixada num buraco de um grande penedo de grés compactos, facilmente acessível a partir do chão (não quero ninguém a cair lá de cima...). Para chegar ao local basta seguir um pouco o caminho de terra que sobe a vertente, partindo de Safarujo, e depois continuar por uma caminho florestal, normalmente bastante ocupado por vegetação. Actualmente (Junho de 2005) este pequeno caminho está relativamente desempedido, porque foi recentemente usado pelas máquinas de corte e transporte de eucaliptos, que andaram a trabalhar neste local.

Boa caçada!


-


LINHAS DE TORRES / LINES OF TORRES

O projecto das caches dedicadas às Linhas de Torres compreende um total de 10 caches distribuidas por alguns dos locais mais emblemáticos desta estrutura defensiva, que compreendeu mais de 150 fortes e redutos, considerada pelos especialistas como um dos mais eficientes sistemas de fortificação de campo da História.

Cada uma das caches abarca uma diferente temática relacionadas com este episódio da defesa de Lisboa por parte das tropas portuguesas e inglesas, face à terceira invasão do exército francês, entre 1809 e 1810.

Ao encontrar cada uma das 10 caches, o visitante receberá do seu dono 1/10 de uma cronologia com os principais acontecimentos da Guerra Penínsular, em Portugal.

The Torres Fortified Line consists of a series of 10 caches set amongst the most emblematic spots along this defensive structure, which saw the construction of 150 forts and was considered by military specialists as the most efficient system of field fortification.

Each cache deals with a different theme related with the episode of keeping Lisbon from the hands of the French between 1809 and 1810 by Portuguese and English troops.

On finding each of the caches, the visitor will receive from the cache owner a 1/10 of a excerpt with the main events in the Peninsular War in Portugal.

Cache:
Dono/Owner:

 


Quer saber mais sobre o Geocaching em Portugal?
Adere ao grupo de discussão e visita os sites Geocaching@PT,
GeoPorStats
e os mapas com a localização das caches portuguesas

Would you like to know more about Geocaching in Portugal?
Join the discussion group and visit Geocaching@PT,
GeoPorStats and the maps with the location of the portuguese caches

Additional Hints (Decrypt)

Zêf qr anfpvzragb qr Zvthry Ebqevthrf = 7 + aúzreb qr syberf qb cbegny qb rfcnçb raibyiragr à vterwn

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)