Traditional Geocache

Sabor Romano [Bragança]

A cache by Bargao_Henriques Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 5/1/2006
In Bragança, Portugal
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
3.5 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


O rio Sabor (lê-se 'Sábôr') nasce na Serra de Parada, na região de Castela e Leão (Espanha), bem perto da fronteira com Portugal. Cruza a fronteira e serpenteia pela Serra de Montesinho, descendo em direcção a Bragança, para depois entalhar o seu curso no planalto transmontano, enquanto corre livremente entre montes e serras, até finalmente descansar no Douro...

Nesta terra de extremos, com muito calor no verão e gelo ou neve no inverno, desde há muito o homem aprendeu a viver da terra e, com o esforço do corpo e o saber de gerações, ainda se vai conseguindo contrariar a invencível corrente migratória que esvazia e destroi outras zonas do país...

Sigam nesta direcção! Follow this direction!Sigam nesta direcção! Follow this direction!

Esta cache levá-los-á a visitar um pedaço do planalto transmontano, percorrendo os seus lameiros e campos de cereais, ponteados de castanheiros, nogueiras, cerejeiras e rebanhos de ovelhas e cabras. Galgado o planalto, começa a descida que leva ao rio Sabor, ao encontro de uma milenar ponte romana, símbolo intemporal da ligação entre os povos de terras distantes.

O objectivo último da cache é mostrar esta ponte e o próprio rio. Para lá chegar é necessário percorrer um caminho algo extenso, mas por belas e recompensadoras paisagens

Proponho que a caminhada se inicie na aldeira de Grijó de Parada (N41 42.924 W6 41.110), num largo junto à fonte, onde poderão deixar o carro. Daqui deverão seguir para Sul através dos lameiros, rumo à Capela de São Roque (ponto mais elevado do percurso, aproximadamente a 775 metros de altitude). Percorrerão depois os campos agrícolas até Cão de Grelo (em direcção a SE), contornando pelo lado sul a ribeira com o mesmo nome, sempre pelo topo do interflúvio. Aqui chegados, começarão a descer em direcção ao Sabor, atravessando uma paisagem bem distinta da anterior, onde predominam o mato, algumas árvores e as flores silvestres. Esta descida, com um desnível de aproximadamente 250 metros (o rio está a aproximadamente 420 metros de altitude) ao longo de um caminho íngreme e apenas aconselhado a veículos de todo-o-terreno, levar-vos-á até ao rio, à ponte e à tão ansiada cache.

De Grijó de Parada até à ponte terão de percorrer aproximadamente 7,7 km. Da ponte, poderão optar por voltar para trás, pelo caminho inverso, ou atravessar o rio e continuar em direcção à povoação de Outeiro, que dista aproximadamente 4,5 km deste local, a aproximadamente 700 metros de altitude. Esta opção é apenas indicada para quem opte por percorrer este percurso a pé ou num veículo de todo-o-terreno e não tenha necessidade de voltar ao ponto inicial do percurso. Mesmo com recurso a um veículo TT, a dificuldade do percurso até Outeiro é muito elevada! E atenção que, por estrada, Outeiro dista quase 50 km de Grijó de Parada...

A quem se deslocar em viaturas ligeiras, aconselho o estacionamento no local já referido, ainda que seja possível percorrer parte do caminho com essas viaturas. No entanto, em função do estado do caminho, poderão surgir algumas surpresas, por isso é mesmo mais seguro ir a pé...


É certamente possível continuar o percurso a pé ao longo do rio até à cache "Moinho do Penigueto", por mais 4 quilómetros, mas ainda não testei esta hipótese (percurso rosa no mapa). Se optarem por esta hipótese mais aventureira e recompensadora, poderão regressar até à aldeia pelo caminho aconselhado para o acesso desta segunda cache, ao longo de mais 3 quilómetros (percurso laranja no mapa), percorrendo um trajecto circular de quase 15 quilómetros.

Partindo de Grijó de Parada é ainda possível visitar a cache "Penedo de Pena Maior", percorrendo um percurso de 2,1 quilómetros (percurso azul no mapa).



A quem pensou que esta cache iria versar sobre a Gastronomia Romana, posso apenas pedir desculpa pelo equivoco e fornecer a seguinte informação:

"Durante a roma antiga a gastronomia consistia somente em vegetais e frutas. Os romanos gostavam de alho, cebola, nabo, figo, romãs, laranjas, peras, maçãs e uvas. O prato típico era mingau de água com cevada. Uma versão mais sofisticada levava vinho e miolos de animais. Outra prato títico era, a puls punica que continha queijo, mel e uma gema de ovo. Somente ricos comiam carne, geralmente de carneiro, burro, porco, ganso, pato ou pombo. Alimentavam os porcos com figos para que sua carne ficasse perfumada e criavam os gansos de maneira especial para com eles preparar patês. Faziam o mesmo com os frangos, alimentando-os com anis e outras especiarias."

(in Gastronomia da Roma Antiga)


Quer saber mais sobre o Geocaching em Portugal?
Adere ao grupo de discussão e visita os sites Geocaching@PT,
GeoPorStats e os mapas com a localização das caches portuguesas

Would you like to know more about Geocaching in Portugal?
Join the discussion group and visit Geocaching@PT,
GeoPorStats and the maps with the location of the portuguese caches

 

Additional Hints (No hints available.)

 

Find...

61 Logged Visits

Found it 49     Didn't find it 2     Write note 9     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 39 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 2/20/2017 3:20:09 PM (UTC-08:00) Pacific Time (US & Canada) (11:20 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum