Skip to content

This cache has been archived.

M.I.K.E: .

More
<

3:35h Local Time

A cache by Tupperware Team Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/10/2006
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Era importante, para concretizar o objectivo, que levem algo com que fotografar... mas também não há problema se não o fizerem...

"Enquadramento Geográfico

Em pleno Maciço Calcário Estremenho, Porto de Mós situa-se junto de um dos principais eixos viários do país (IC2), e entre as suas duas cidades mais proeminentes (Lisboa e Porto), o que torna estratégica a sua situação no que se refere, por exemplo, à localização industrial. Para além da posição intermédia que apresenta em relação às duas grandes metrópoles, é também de destacar a sua proximidade à capital de distrito (Leiria), a cidades como Coimbra ou Santarém e ainda à costa ocidental.

Caracterização Demográfica

Com uma superfície de 265 Km2 e 24271 habitantes, o concelho de Porto de Mós insere-se numa sub-região densamente povoada, onde a evolução demográfica tem sido marcada, desde 1940, pelo progressivo crescimento demográfico, o qual se tem reflectido no mesmo sentido, na densidade populacional, situando-se actualmente nos 92 hab./Km2. Este valor confere-lhe um índice de ocupação inferior à média da sub-região em que se insere, que era, em Março de 2001, de 144 hab./Km2.

O Castelo

Construído sobre escombros de um posto de vigia Romano, o castelo apresenta uma imensa vista sobre a toda a vila, desde a povoação às montanhas que a encerram. Sobreviveu a dois terramotos e vários reis que foram, no entanto, deixando a sua marca, transformando-o numa obra arquitectónica singular
Conquistado aos mouros por D. Afonso Henriques, em 1148, o Castelo teve D. Fuas, o bravo cavaleiro, como seu primeiro alcaide.
Primeiramente ampliado pelos árabes, o castelo foi novamente remodelado, já em posse portuguesa por D. Sancho I e completamente restaurado, no século XIII, por D. Dinis.
D. Afonso, Marquês de Valença e Conde de Ourém voltou a transformar o monumento, em 1450. O castelo que foi parcialmente destruído por dois terramotos, vindo a ser restaurado em 1940.

A sua arquitectura é peculiar, cruzando um estilo quatrocentista com construções de inspiração romana. A sua planta apresenta quatro torreões entre as linhas das cachorradas. Na fachada principal, destaca-se um portal ogival e uma lógia com quatro arcos contra-curvados, abóbada artesoada e capitéis lavrados. As duas torres perfuraram os céus com os seus telhados pontiagudos de cerâmica verde. Das arcadas do castelo avistam-se o Vale do Lena e a Serra dos Candeeiros."
(visit link)

A Cache:

SEJAM DISCRETOS SENDO QUE ESTA CACHE PODE PERFEITAMENTE SER FEITA À NOITE EVITANDO OLHARES MENOS BEM INTENCIONADOS.

Additional Hints (No hints available.)