Skip to Content

View Geocache Log

Found it ajsa found Ermidas-Sado [Santiago do Cacém]

Tuesday, April 15, 2008Setúbal, Portugal

Era uma vez, um casal de recém-geocachers que depois de um fim-de-semana de azar onde se avariou o tractor, a água acabou, o esquentador avariou, a máquina de lavar deixou de funcionar, um pequeno perdeu-se lá na terra e a máquina de fotografias parou, decidiu colocar todos estes infortúnios atrás das costas… …Atrás das costas, então atrás das costas não é a barriga? Bom deixa!

Eles acharam por bem pararem o trabalho do azarado de fim-de-semana e irem gozar a tarde de domingo à procura duma cache, coisa ainda nova para eles, para os lados de Ermidas do Sado (ups, não é gozo, é a forma como eles conheciam o local)

Enquanto viajavam iam conversando de como era agradável aquela actividade, que estavam a conhecer novas coisas e locais até que muito próximo do seu destino e durante um pequeno descuido a ler um conjunto de sinais indicadores… Chiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, pum!!!!

Primeiro acidente do jogo. Bateram na traseira dum carro que estava parado à sua frente, sorte foi a baixa velocidade a que iam mas ainda assim foi o suficiente para rebentar com tudo quanto era plástico do seu carrinho a ponto de começarem a pensar num novo carro.

Algum tempo depois, e como a experiencia ainda lhes atormentava a consciência, lá acabaram por fazer uma nova tentativa mas desta vez com algum stress a acompanhar, o stress de reviver o acidente. Rapidamente conseguiram alcançar o primeiro ponto, e o segundo e num ápice estavam a tentar o local final…..

Este é o início da nossa história para a concretização desta cache que pelo desafio criado, pelas dificuldades ultrapassadas e pelo local final, mereceu bem toda a nossa dedicação.

Neste segundo ataque, naquele que julgávamos ser o local final da cache porque não fizemos a contabilidade em condições, já chegamos muito tarde ao local que, aliás foi uma constante até ao found, e na projecção do ponto alcançávamos apenas sobreiros. Tivemos de saltar valetas escavadas pela erosão da água, procuramos desesperadamente o ponto zero absoluto às apalpadelas porque a lanterna tinha acabado de ficar sem pilhas mas sempre sem sucesso.

Após diversas investidas num circuito carro, fonte, terreno, e já estando a noite completamente escura onde apenas as diferentes tonalidades de escuridão no solo faziam distinguir as valas do terreno que se pudesse calcar, acabamos por desistir e adiar para uma próxima oportunidade.

Em casa, e com mais umas dicas pessoais do owner, lá conseguimos verificar o nosso erro e obter informação mais exacta acerca do local final. A ideia era chegar, projectar e encontrar!

Algum tempo mais tarde, numa viagem de regresso a casa vindo de Lisboa, o ajsa voltou a tentar a sua sorte. Foi ao segundo ponto confirmar os dados, deu com o último passo e projectou o ponto. Estava escuro, uma vez mais, e o GPSr apontava na direcção de um canavial. Olhou ao seu redor, mas sozinho, com uns cães a ladrar bem perto, um canavial entre si o ponto final e uma noite escura: o melhor é desistir e voltar a investir mas de dia.

(continua...)

infoA multi-cache ("multiple") involves two or more locations, the final location being a physical container. There are many variations, but most multi-caches have a hint to find the second cache, and the second cache has hints to the third, and so on. An offset cache (where you go to a location and get hints to the actual cache) is considered a multi-cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page