View Geocache Log

Found it Gatarron found O Salto

Saturday, January 23, 2016Lisboa, Portugal

#1000

À medida que o contador diminuía a distância até à cache 1000 fui fazendo os arranjos para a ocasião, e fui encaminhado para esta de entre uma série de potenciais candidatas, porque me vinha altamente recomendada pelo PedroCLagartos, tão bem impressionado com ela que se prontificou a acompanhar-me porque adora o sítio e não desdenha nenhuma oportunidade de cá voltar. Isso já diz muito da cache e dá segurança na escolha. E assim fizemos.

Esteve para ser a semana passada, depois de passar a três quilómetros daqui no 14.º GeoBTT. Nesse dia, ao procurar o sítio no horizonte dei imediatamente com ele. A alguém que sabe do que está à procura, "O Salto" destaca-se o suficiente na paisagem imensa para nos pôr logo a desejar lá ir.
Acabei por não ir lá nesse dia porque não queria estar a fazer à pressa as 15 caches que me faltavam, depois de um dia cheio, passado de forma muito agradável na companhia de outras pessoas que partilham este gosto pela caça aos plásticos ocultos na paisagem, e ainda por cima sob um sol esplendoroso que venceu o mau tempo que tem feito, e que acabou por não ser durar muito.

Depois veio uma semana alucinante e infernal em todos os aspectos, e que teve de tudo, incluindo presenciar num hospital os últimos dias de um amigo. Uma semana que foi mais escura do que o cinzento do estado do tempo que não deu tréguas, e que me fez duvidar sobre se seria boa ideia aqui vir, se o chão estaria demasiado molhado para fazer a cache em segurança, se o céu demasiado nublado para apreciar devidamente a paisagem. A tudo isto o Pedro ia dizendo pelos e-mails que sim, que devíamos ir, e que bastaria ter um pouco de cuidado. E assim eu aterrei no sofá de minha casa, onde me deixei afundar num sono retemperador de 10 horas.

Juntámo-nos na Quinta do Bulhaco, onde registei a #999, e seguimos até aqui. O caminho não é tão sinuoso como cheguei a pensar, e faz-se bastante bem. O desafio está mesmo em chegar lá acima, e ainda assim os obstáculos que nos vão aparecendo vão-se vencendo com um pouco de atenção, cuidado persistência. Como em tudo na vida.

Lá em cima olhei para o GPS, não por ser preciso, mas apenas para estabelecer essa derradeira ligação com a ferramenta da arte do Geocaching, porque a vida também é feita de rituais, de símbolos e observâncias que nos fazem sentir que pertencemos a algo que é mais do que nós, que fica e permanece para além de nós. Chegados aqui dá para perceber que "céu nublado com nuvens altas", como dizia a previsão meteorológica, quer dizer um céu em que as nuvens não escondem o sol, ou como dizem os fotógrafos, "um céu interessante". As nuvens passam mesmo por cima de nós, e quase que parece que as podemos agarrar.

Encontrei a cache no seu esconderijo e tirei as fotos da praxe, e pusemo-nos a gozar o momento, a desfrutar do tempo e do espaço em volta que dominamos deste ponto onde o universo decidiu fazer brotar da terra uma emanação de calcário para que possamos contemplar e meditar sobre esse mundo que está aos nossos pés. Esta foi uma semana que terminou com um reencontro de amigos num funeral, em que a tristeza andou junto com o conforto de sabermos que deixámos um rasto pela vida, que há pessoas com quem partilhámos momentos e com quem deixámos um pouco de nós. E há sempre momentos em que temos de dar o Salto.

Pusemo-nos a reflectir lá em cima, e, realmente, isto sim, é uma cache. Podemos entusiasmar-nos por um container bem elaborado, ou por um cenário e uma história bem criado, mas não é isso que define uma boa cache. O impacto que aqui experimentamos é bem mais precioso.

Um grande obrigado ao PedroCLagartos por me acompanhar nesta aventura.

O Salto é para ali

Additional Images Additional Images

O Salto é para ali log image O Salto é para ali

O Salto é para ali log image O Salto é para ali

E vão 1000 log image E vão 1000

Dupla do Salto log image Dupla do Salto

Dizias o quê? log image Dizias o quê?

O log milenar log image O log milenar

No Salto log image No Salto

Vista do Salto log image Vista do Salto

No Salto log image No Salto

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us