Skip to Content

View Geocache Log

Found it Valente Cruz found Na Linha do Douro

Saturday, October 15, 2011Guarda, Portugal

#1000

É quase inevitável, ao chegarmos a esta pequena marca, olharmos em retrospectiva para muitos dos momentos de descobertas que ficaram para trás. Para nós, que crescemos na sombra de Indiana Jones, com a expectativa que a vida fosse uma constante caça ao tesouro, acabando o bem quase sempre por vencer, num enredo infinito de aventuras, o geocaching é muito mais do que um jogo.

Depois de, no ano passado, termos vivido uma experiência fantástica com La Ruta de losTúneles, voltámos ao Douro. Na altura ficámos com alguma pena por não termos conseguido encontrar tempo para nos lançarmos nesta odisseia da Linha do Douro, pela inexistência de um local livre para pernoitar que não tivesse a companhia imediata das estrelas. Naquele momento não o poderíamos compreender, mas a verdade é que o tempo tem uma forma muito peculiar de nos permitir estas descobertas, como se já soubesse que, acumulando vontades e outros saberes, haveríamos de voltar com tantas expectativas para mais uma experiência extraordinária. Somos como crianças impacientes à espera de viver toda uma vida num só dia e, muitas vezes, não compreendemos todos os pormenores e outras vicissitudes. A vida porém, com as suas intermitências, parece ter um plano para nos levar, quase sempre, a bom Porto. O outro tempo, o da meteorologia, também quis associar-se para nosso deleite e possibilitou-nos um dia de sol, trazendo uma luminosidade que raiava a perfeição das encostas trabalhadas desta maravilha do mundo.

Levantámo-nos bem cedinho e fomos do Vouga ao Douro em menos que o sono se lembrasse de nos arreliar com o pouco tempo que lhe dedicámos. Eram cerca de 9 horas quando chegámos à Estação do Pocinho. Apenas alguns cães vagueavam por lá e ainda suspeitámos que algum fosse o famoso Geocão. Contudo, a indiferença que nos votaram fez adivinhar que não.

Depois de assegurarmos que tínhamos tudo, avançámos pela Estação e cruzámos linhas de expectativa. Sentimos a presença de alguns olhares curiosos, que se afastaram na monotonia de um dia como os restantes.

Fomos ao encontro da antiga locomotiva e acertámos as coordenadas para a próxima paragem, iniciando então a viagem pela antiga Linha, ociosa pela vontade humana e deixada ao marasmo do tempo. Para trás ficou o rebuliço dos dias, que este era dedicado ao nosso prazer.

Alternávamos a caminhada entre as traves e pequenos percursos de terra batida, desviando-nos das feições imperfeitas da gravilha que ameaçava as plantas dos pés e os planos da mente.

O Douro ia acompanhando a nossa odisseia, guiando-nos pela Linha e unindo o tempo e o espaço, fazendo com que cada passada não fosse apenas um metro ou um segundo, mas uma entidade própria de contemplação.

As encostas, essas, podem ser uma metáfora do mundo. O bem e o mal divide-se entre aquilo que o homem soube conquistar e o resto ficou para a Natureza indómita, com o rio a servir o arbítrio do destino. As regularidades das vinhas e das oliveiras entrelaçam-se com as desproporções naturais. Diga, quem souber, onde residirá mais beleza nisto tudo.

Na Linha do DouroPartida

Additional Images Additional Images

Na Linha do Douro Na Linha do Douro

Na Linha do Douro Na Linha do Douro

Na Linha do Douro Na Linha do Douro

Na Linha do Douro Na Linha do Douro

Na Linha do Douro Na Linha do Douro

infoA multi-cache ("multiple") involves two or more locations, the final location being a physical container. There are many variations, but most multi-caches have a hint to find the second cache, and the second cache has hints to the third, and so on. An offset cache (where you go to a location and get hints to the actual cache) is considered a multi-cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page