Skip to Content

View Geocache Log

Write note MichaelCarmichael posted a note for iNtO tHe WiLd

Saturday, May 26, 2012Guarda, Portugal

Felizmente para todos os geocachers de bom gosto, esta cache não tem a falta de senso do filme que a inspira. Não vou aqui descrever os locais por onde passei, as aventuras que vivi pelo caminho, pois já o fiz nos logs de caches anteriores. Quero dizer que não acreditei que conseguia acabar esta cache até, de facto, me ver no ponto final. Conheço os limites do meu corpo. Melhor, pensei conhecer. Ultrapassei, de facto, aquilo que sabia de mim fisicamente. Fosse em resistência ou dor. Cheguei ao ponto de quebra um pouco depois de metade do percurso (algures próximo da Lagoa Comprida) e mesmo assim, sem saber muito bem como, fui impelido a continuar. Não sei se foi da minha vontade, se do incentivo do Sphynx, se da vontade de bater num certo cabrito montês que queria gozar com todos nós, por detrás dos seus óculos de massa; mas continuei e sofri. Senti os meus joelhos a dar de si, e as minhas coxas perto de explodir em cãimbas. Mas passei montes, e planaltos, e calhaus que estão ali desde há milhares de anos, e que ecoarão sofrimento até à eternidade.
Tivemos sorte com o clima e a temperatura, o que ajudou à subida. Fizemos tudo num só dia, uma estreia nesta cache. Nenhum de nós quebrou completamente, o que teria sido complicado. Enfim, fomos uns felizardos a experimentar a cache.
Creio há ideais que nunca passarão de moda, por muito que nos habituemos a trocar florestas de árvores por florestas de prédios, ou alcatrão por terra batida, ou skateparks por calhaus descomunais no meio da serra. Há um apelo da Natureza que sentiremos sempre reverberar em nós, como um sino de bronze que retine inapelavelmente, puxando-nos para um vórtice de escape que se destaca no horizonte. É um apelo a escalar montes, em mergulhar nas águas límpidas, a escapar algures para onde só nós nos possamos encontrar. Whitman, Pound e Woodsworth seguiram apenas uma tradição romântica da sensbilidade de todos nós, que vê a Natureza como uma casa onde precisamos de voltar se não quisermos perder a noção de pertença e daquilo que realmente somos. Às vezes, entrar "Into the wild" pode ser a única maneira de nos civilizarmos correctamente. Um momento para respirar como deve ser, de pensar em coisas que nos escapam, de transformar fiapos de pensamento num raciocínio coerente. Qualquer coisa assim, que só se alcança quando as pernas quebram, as costas doem e respirar parece tão pesado como chumbo. Tudo para chegar ao final, e provarmos que até somos capazes de assumir as nossas incapacidades, desmentido-as.

This entry was edited by MichaelCarmichael on Tuesday, 05 June 2012 at 23:49:33 UTC.

This entry was edited by MichaelCarmichael on Tuesday, 24 June 2014 at 21:54:12 UTC.

infoA multi-cache ("multiple") involves two or more locations, the final location being a physical container. There are many variations, but most multi-caches have a hint to find the second cache, and the second cache has hints to the third, and so on. An offset cache (where you go to a location and get hints to the actual cache) is considered a multi-cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page