Skip to Content

View Geocache Log

Found it ajsa found A torre do javali

Friday, August 1, 2014Évora, Portugal

(...continuação - parte III)

19:00 (escolha do local de acampamento)

Chegara o momento de escolher o local para a nossa instalação. Campismo selvagem tem de ser feito com muita precaução e discrição. O geo.leo indicou-nos que ficaram na margem que faz frente para a herdade, mas optamos por ficar na zona mais a sul com uma pequena ilha à nossa frente que nos conferia alguma “privacidade” se isto se coloca na imensidão do Alentejo com km de água à nossa volta.

20:00 (momentos de magia)

Com tendas colocadas, tudo arrumadinho para a pernoita e banhocas tomadas chegara o momento do jantar. Um delicioso arroz de pato, ou ganso vá, com uma bela linguiça de porco alentejano assada ali num tradicional assador de barro. A noite vai caindo lentamente e com ela contrastes de cores quentes do pôr-do-sol à mistura com o azul fresco da noite. Apenas nos ouvíamos a nós próprios e o suave som da água na margem. Fantástico, tranquilizante, mágico.

22:00 (pela noite dentro)

A meio da noite eu e a golfinha somos assolados por um pensamento. O som da água, a um metro de distancia da nossa tenda, parece que agora está mais próximo. Será que?...
O aproveitamento hidroelétrico da albufeira do Alqueva utiliza um processo engenhoso de gestão de água. Durante o dia descarrega para produção de energia elétrica sendo a água retida na albufeira do Pedrogão a jusante. À noite, as turbinas reverssoras, bombeiam a água de volta para a albufeira do Alqueva aproveitando os excedentes de produção elétrica existente na rede. Será que?
Ufa, que susto. Mas não, a água estava à mesma distancia. Aproveitamos para contemplar o céu noturno que bem conhecemos (vantagens de viver num monte alentejano).

Dia 1 Agosto - 7:00 (alvorada)

Acordamos.
Acordamos e abrimos a porta da tenda. Uauuu, que espetáculo, só vivendo. Ontem calculamos cerca de cinco hora a remar para o regresso. Não havia qualquer pressa, poderíamos estar ali deitados a contemplar o momento feitos preguiçosos. Conversávamos do quanto aquilo era fantástico e como a aventura estava a ser mesmo magnifica.

9:00 (pequeno almoço)

Duas horas ali deitados? A sério?

Que querem, normalmente acordamos sempre cedo. Não tínhamos qualquer pressa e, pelo contrário, tínhamos duas horas de bons momentos ali deitados a contemplar o sol que aparecia e desaparecia, o som da água. Vá lá, experimentem.

10:30 (rumo Ilha Pomba)

Com tudo arrumado, rumamos à ilha ali vizinha que facilmente se percebe ser a Ilha da pomba (no log coloco um link para este, não consigo fazer a dissociação da aventura). A cache foi também muito simples de ser encontrada e após alguns momento estávamos a remar de regresso.

11:00 (travessia da zona larga)

Bolas, que aqui custou. Custou e de que maneira. Correntes (notam-se mesmo muito bem), vento lateral e uma imensidão de água são enormes opositores à progressão. Foi provavelmente o troço mais difícil da viagem.
14:00 (almoço)
Finalmente vencemos a zona larga e estaríamos já mais ou menos a cerca de 4500 m do final, a Marina de Amieira. Decidimos parar numa ilha para o almoço também demorado e com direito a descanso para repor energias.

16:30 (final da aventura)

Os últimos metros são mesmo tramados. Ao longe, mesmo longe vê-se a marina mas parece que não saímos do local. A nossa mente prega cada partida.

Preparativos

Additional Images Additional Images

Preparativos Preparativos

Prontos para a aventura Prontos para a aventura

Viagem Viagem

Viagem Viagem

...continua ...continua

Só sorrisos Só sorrisos

mais dois mais dois

Todos alinhados Todos alinhados

Conquista da anta Conquista da anta

é mais ou menos coiso é mais ou menos coiso

Rebocador Rebocador

aventureiros aventureiros

Sesta de almoço Sesta de almoço

brincadeira brincadeira

Remar... Remar...

Cool Cool

Na boa Na boa

Gelado? LOL Gelado? LOL

Lagarta Lagarta

A torre A torre

Vista da torre Vista da torre

Vista II Vista II

Hora do banho Hora do banho

Instalação Instalação

Instalação II Instalação II

Almost dinner Almost dinner

Linguiça assada Linguiça assada

Cores da noite Cores da noite

A nossa ilha A nossa ilha

Da nossa janela Da nossa janela

Lindo Lindo

Prontos para o regresso Prontos para o regresso

Os meus pequeninos Os meus pequeninos

Temos de repetir Temos de repetir

Ilha da Pomba Ilha da Pomba

infoA multi-cache ("multiple") involves two or more locations, the final location being a physical container. There are many variations, but most multi-caches have a hint to find the second cache, and the second cache has hints to the third, and so on. An offset cache (where you go to a location and get hints to the actual cache) is considered a multi-cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us

Return to the Top of the Page