View Geocache Log

Write note Pintelho posted a note for Indiana Jones and the Mysterious Waterfall

Saturday, July 18, 2015Aveiro, Portugal

It looks like your log contains HTML or UBB formatting. We now use Markdown formatting because it works on both web and mobile. Would you like to convert your log?

Success! To keep these changes, hit “Submit Log Entry” at the bottom of the page.

Hmm. Some of your log formatting is not supported. You might want to remove it and use Markdown formatting.

Mergulhámos, nadámos, e quando um dos praticantes de canyoning tentou subir para o interior da cascata, logo me apercebi que, sem ajuda, não seria capaz. O caudal aliado ao facto de a pedra ser completamente lisa, polida pela erosão da água, dificultava a vida mesmo a quem estava perfeitamente equipado.
Nadámos e pedi ajuda para subir, não sem antes sentir alguns problemas com a água nas lentes de contacto.
Mesmo com ajuda dos "pros" do canyoning, subir para o interior da cascata foi tarefa árdua. Por mais que nadasse, e eu até nado relativamente bem, tudo o que conseguia era manter uma distância de alguns centímetros da parede.
Já sem fôlego, agarrei-me a umas fendas na rocha ali ao lado, respirei fundo várias vezes e, num impulso final, consegui fincar os joelhos na pedra e içar-me até às mãos de uma ajuda segura.
Respirei fundo mais algumas vezes e, joelho ante joelho, acabei por conseguir subir. A folha com o marco dos 5 anos estava no carro e só me lembrava agora. E a Gopro estava fora do lago, guardada. Nos momentos mais importantes, tudo falha. Não deixa de ser irónico que não tenha nem uma foto na cache que assinala o meu quinto aniversário de Geocaching. Na verdade não tenho sequer o log no logbook.
Entrei na gruta dentro da cascata, digna de um filme de Holywood - do Indiana Jones! Este é um daqueles cenários que pensamos só poder encontrar em filmes.
A GS nadava no lago, optou por não subir. Fui até ao fundo e encontrei o tesouro, nada escondido. Na verdade, só ali se vai propositadamente.
Abri o container, húmido apesar de estanque. Com tanta água a escorrer pelas paredes, basta abrir o container para que a estanquicidade deixe de ser um fator relevante. O logbook, RITR, tinha muitos registos. Agora já teria o meu, pensei. Peguei no lápis, sem bico, e amaldiçoei todos aqueles esquecimentos. A folha, a câmara, material de escrita. Cinco anos depois, continuo a ser um geocacher de segunda.
Vim cá fora, mostrei o container à GS por entre a torrente de água, e recoloquei-o. Marquei a gruta, claro, ao dar uma cabeçada no teto.
Fiquei breves minutos ali, naquele esconderijo idílico, simplesmente a sentir a água cair-me cabeça abaixo e a ouvir o rugir de toda aquela força que, fora daquele exíguo corredor, se precipitava escarpa abaixo, verdadeiramente impressionante. Esta não é a maior queda de agua do páis, nem o lago é o mais profundo, nem o desafio o mais difícil. Esta é, muito provavelmente, aquela que melhor combina todos os elementos. E o António teve o mérito de aqui esconder uma cache.

infoThis is the original cache type consisting, at a bare minimum, a container and a log book. Normally you'll find a tupperware container, ammo box, or bucket filled with goodies, or smaller container ("micro cache") too small to contain items except for a log book. The coordinates listed on the traditional cache page is the exact location for the cache.
Visit Another Listing:

Advertising with Us