Skip to content

<

Mouriscas | Praça Touros Doutor Libânio Esquível

A cache by KER_CACHE'Team Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/04/2018
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Enquadramento:

«GENTES D’ALQUEVA – MOURÃO»

Mourão é uma bonita vila Alentejana, sede de município, situada na margem esquerda do imenso rio Guadiana, próxima da fronteira com Espanha, num local de grande beleza natural, onde reina a paz de espírito. 

Sem grandes referências históricas até à reconquista Cristã da Península Ibérica, sabe-se que, após passar para o domínio Português, foi entregue à Ordem dos Hospitalários, e durante a Idade Média e na Guerra da Restauração foi palco de episódios violentos entre as forças Portuguesas e as Castelhanas.

Mourão sempre sofreu grande influência do grande rio Guadiana, que muito contribuiu também para a fertilidade dos terrenos circundantes onde crescem oliveiras, amendoeiras, e outras árvores de fruto que moldam a paisagem.

Uma das grandes riquezas patrimoniais da vila de Mourão são as dezenas de CHAMINÉS MOURISCAS que lhe permitem apresentar uma arquitectura urbana bastante singular e distinta das povoações vizinhas.

A origem árabe destas chaminés assenta na tradição popular não existindo qualquer fonte histórica que o permita confirmar. Independentemente da sua origem, a paisagem urbana de Mourão é hoje marcada por estas chaminés cilíndricas, as maiores das quais com três metros de altura e um diâmetro de um metro, outras um pouco menos imponentes.

Mourão orgulha-se dos seus monumentos e tradições, como é o caso do Castelo que encima a vila e a enobrece, mas também a barroca Igreja Matriz de Nossa Senhora das Candeias (séculos XVII e XVIII), e os muitos espaços verdes disponíveis no concelho, como a Mata de S. Bento.

Esta típica vila Alentejana prima pelos seus produtos regionais, como o artesanato, com peças em xisto, cestaria ou no muito tradicional Buínho. Os vários restaurantes da região atestam a qualidade da gastronomia Alentejana, com especialidades locais como a Caldeirada de Peixe, a Açorda de Cação ou a doçaria conventual com as encharcadas ou o bolo rançoso, não esquecendo o pão, queijo, mel e azeitonas desta saborosa região.  

Seja Bem-Vindo a Mourão.

------

Esta Cache está englobada no Projecto “GENTES D’ALQUEVA”, um conjunto de geocaches destinadas a georeferenciar localidades e gentes a quem o Alqueva “premeia” com sua riqueza e beleza. Terras e gentes que nascem e renascem às margens d’O Grande Lago, numa realidade entre o património histórico da tradição e cultura de sempre; e o desafio da modernidade; e cujo o tempo rejuvenesce agora de novas oportunidades. Neste caso a vila de Mourão e as suas Gentes.

------

Esta Cache está igualmente incluida no «PROJECTO: TAUROMAQUIA NO ALENTEJO»

A Tauromaquia é toda a Cultura que envolve os touros. Esta começa nas Ganadarias (onde se criam os touros), espaços associados a grandes campos com espaço a perder de vista, passa pelas Coudelarias (onde se criam os cavalos), peças fundamentais na tauromaquia por serem necessários desde a criação dos touros até à sua lide, passa também pelos Trajes típicos associados aos touros, do traje dos Campinos (inspirado no traje típico do Ribatejo), dos Cavaleiros (traje de montar a cavalo no século XVIII), dos Forcados (inspirado no traje dos campinos), dos Cavaleiros Amadores (traje tradicional português ou tradicional espanhol de montar a cavalo), dos Toureiros ("traje de luces"), dos Picadores (nas corridas em Espanha), dos Peões de Brega ou mesmo dos cavalos nas cortesias, entre outros, pelas Festas e Feiras tauromáquicas, das Largadas de touros, Garraiadas, Largadas à Corda etc., pelos Passodobles, estilo de música "de banda", muito antigo e criado com o propósito de dar ambiente às lides de touros, pelos bastantes Fados, Sevilhanas ou Flamencos de temática tauromáquica, pelos modos de vida das pessoas ligadas aos touros como os Ganaderos, Campinos, Cavaleiros Amadores, e passa por muitos e muitos outros exemplos da cultura tauromáquica, da qual dependem directa ou indirectamente dezenas, talvez centenas de milhares de pessoas em todo o mundo.

A tourada fez parte das origens de Portugal. De entre a realeza, aqueles que foram reais toureiros foram D. Sancho II, D. Sebastião, D. Afonso VI, D. Pedro II, D. Miguel e D. Carlos I. Todos toureavam a cavalo, mas D. Pedro II chegou a enfrentar o touro a pé. O que mais contribuiu para o desenvolvimento das touradas terá sido D. Sebastião que pediu ao Papa Gregório que revogasse a Bula Pontifícia de Pio V que proibia as touradas.

As touradas como as conhecemos hoje nasceram no Iluminismo, entre o século XVII e XVIII, e realizavam-se nas praças públicas das cidades. Em Lisboa, a Praça do Comércio e o Rossio eram os locais usados para as touradas. Desde o século XVIII, as touradas começaram a realizar-se em recintos fechados criados para correr os toiros, as atuais Praças de Toiros.

Como é nosso timbre, convidamos-vos a visitar cada local, a apreciar cada particularidade arquitetónica e cada pormenor da história de cada um dos pontos de passagem deste passeio. Registe o momento e partilhe com a comunidade GeoCaching.


MOURISCAS | PRAÇA DE TOUROS DOUTOR LIBÂNIO ESQUÍVEL

A vila de Mourão possui um vasto e diferenciado património de culturas e tradições, sendo uma das mais fortes as tradicionais Festas em Honra de Nossa Senhora das Candeias, no 1º de Fevereiro.

A praça de toiros de Mourão foi inaugurada no dia 23 de Abril de 1922, com um cartel onde pontificava o matador de toiros espanhol Júlio Conde «El Emeritense», e o cavaleiro amador Inácio Galego.

Anunciava-se ainda «um valente e destemido grupo de forcados», e os bandarilheiros amadores José Agostinho Manta, Agostinho Tubal Carvalho, Carlos Ravasco, José Augusto Roque e Francisco Fernandes. Os oito toiros lidados ostentavam o ferro do Drº Libânio Esquível.

O programa inaugural anunciava que o matador Júlio Conde, estoquearia no final do festejo um «bravíssimo toiro de cinco anos anos», gentilmente oferecido pela senhora D. Hermínia Ramalho Esquível, a Nossa Senhora das Candeias, para cujos cofres revestia o produto da venda da sua carne.

Nesse ano de 1922, e com motivo da inauguração da praça de toiros, as festas em honra de N.ª Senhora das Candeias foram transferidas para Abril, para que a festa fosse só uma.

A praça, mandada construir num descampado dos subúrbios da vila pelo lavrador e ganadeiro mouranense Dr. Libânio Esquível, tem capacidade para 2023 pessoas sentadas, possui um primeiro anel com sete filas de bancadas, com lugares de sombra e sol, e num plano superior, sob arcaria em todo o seu perímetro, camarotes na sombra e lugares de peão ao sol.

A praça de toiros de Mourão é actualmente propriedade do Abrigo Infantil, instituição à qual foi doada por D. Hermínia Esquível, irmã do homem que fez erguer, o Dr. Libânio Esquível.

Manda a tradição que por ocasião das Festas em Honra de Nossa Senhora das Candeias, por volta do 1º de Fevereiro, e com cartel de justa honra, se marque o início de cada temporada tauromáquica nacional.

In: http://aletradeumalentejo.blogspot.pt/2016/03/bom-dia-alentejo-terra-de-mourao-praca.html#.Wlv2hq5l_IU


Geo.Tauromaquia no Alentejo:


Tome Nota:

  • Considere os atributos indicados. Podem ser uma boa ajuda;
  • Seja discreto e tenha atenção aos Muggle’s que possam eventualmente estar a observa-lo. A manutenção desta cache para os próximos visitantes depende disso;
  • Preserve o Container, manuseando-o com cuidado e voltando a coloca-lo no exato sitio onde o encontrou;
  • Esta Cache não contem material de escrita. Deve levar material de escrita consigo;
  • Respeite o espaço e as regras do Geocaching não danificando o local, nem deixando qualquer tipo de resíduos/lixo;
  • Divirta-se!

Sinta-se convidado a conhecer as nossas Geo-Aventuras: As que vivemos alegremente e as que propomos humildemente. Encontre-nos «aqui»!


AVISO IMPORTANTE:

O registo online deverá corresponder OBRIGATÓRIAMENTE ao respetivo registo físico, com o mesmo nick, em logbook. Assim sendo, NÃO SERÃO CONSIDERADOS VÁLIDOS registos de tours e/ou nicks fictícios ou de grupos sem que os mesmos correspondam a contas oficiais do Geocaching. Os registos online que não tenham a devida correspondência física serão imediatamente apagados! 

Para situações de visitas em grupos grandes, poderão contactar-nos atempadamente e comunicaremos com gosto as condições para aceitação dos registos.  Agradecemos a vossa atenção, compreensão e consideração pelo descrito!


Additional Hints (Decrypt)

«Rherxn»

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.